Marco Antonio Mendes
Tubarão

Enquanto quase todos os times iniciaram o Campeonato Catarinense da Divisão Principal neste fim de semana, a batalha começa apenas hoje para o Atlético Tubarão. E a luta parece não ser nada fácil nesta primeira fase. O Figueirense, atual campeão estadual, entra em campo para disputar os três pontos com o time tubaronense a partir das 20h30min, no estádio Orlando Scaperlli, em Florianópolis.

“Estamos prontos e muito focados neste jogo. Nosso objetivo é, logo de início, conquistar os primeiros pontos da competição”, avisa o técnico Marcelo Cabo, que realizou na tarde de sábado um último coletivo no estádio Domingos Gonzales.

No entanto, logo de cara, o treinador já tem que lidar com um problema. Aliás, com quatro. É que quatro jogadores desfalcarão o Atlético no primeiro desafio. “Tivemos problemas com a inscrição de alguns, principalmente daqueles que vieram de fora do país. Por isso, três que seriam titulares serão substituídos”, explica o gerente de futebol Fábio Araújo.

O volante Leandro, o atacante Denni e o meio-campo Cléber serão substitídos por Bruno, Hugo e Helton. O meio-campo Felipe Castellani também está impossibilitado de jogar.

Em Florianópolis desde ontem, a única programação para o grupo é descansar e concentrar-se para a guerra. Se o primeiro adversário, Figueira, assusta? O técnico é cauteloso. “Uma hora ou outra teríamos que passar por eles. Melhor passar agora que depois. Respeitamos o time. Somos um grupo que esteve bastante unido nestas últimas semanas. Temos um objetivo. Vamos fazer de tudo para alcançar”, dispara um Marcelo Cabo extremamente confiante.

Não apenas ele, mas o volante Rocha, ex-Flamengo e uma das armas do time, também utiliza praticamente o mesmo discurso. “Dá para perceber o entrosamento do pessoal e isso é muito bom porque acaba refletindo no trabalho em campo”, analisa.