Marco Antonio Mendes
Tubarão

O Atlético Tubarão venceu a Chapecoense por 2 a 1, ontem à tarde, no Estádio Domingos Gonzales, em um jogo que o resultado poderia ter sido superior, mas que foi suficiente para conseguir os três pontos e deixar a equipe em quinto lugar do returno, com 11 pontos. Na classificação geral, soma 17 pontos e está em décimo.

A vitória não proporcionou alívio, já que o Peixe continua na zona de rebaixamento. Mas agora está na frente do Juventus e do Brusque. Para deixar a “degola”, precisa vencer também o Criciúma, no próximo domingo, em casa.

O Tubarão começou o primeiro tempo com força e, até agressivo, mas, em seguida, ‘parou’. A reação veio em um cruzamento de Jairo Santos. Ranieri mandou uma “bomba”, mas o goleiro conseguiu defender. Segundos depois, em cobrança de escanteio, Ricardo abriu o marcador com um gol de cabeça, aos 21 minutos.
A comemoração durou pouco para o time da casa. Oito minutos depois, Augusto, da Chapecoense, igualou o placar, também de cabeça.

Durante todo o segundo tempo, os visitantes dominaram a partida. Emanuel – que estava fora desde que se contundiu e não atuado desde a chegada de Arnaldo Lira – entrou em campo para substituir Baiano. O atleta bateu várias faltas, e deve ser aproveitado nos próximos jogos.

Antes de entrar em campo, enquanto se aquecia, Marquinhos, da Chapecoense, foi expulso por falar mal dos árbitros.

Aos 39 minutos, enfim a torcida pôde festejar. Ricardo, mais uma vez, e de cabeça, marcou e fechou a oitava rodada do Campeonato Catarinense em 2 a 1 para o time tubaronense.