Marco Antonio Mendes
Tubarão

Agora o Atlético Tubarão depende apenas dele mesmo. Com a vitória de 2 a 0 em cima do rebaixado Brusque, na tarde de ontem, no estádio Augusto Bauer, o Peixe terminou a 10ª e penúltima rodada do Campeonato Catarinense com pontos favoráveis. Principalmente porque o Criciúma ganhou do Guarani de 3 a 2, mantendo o adversário da próxima partida com 21 pontos, a mesma quantidade que o Atlético.

A partida, admitida pelos próprios jogadores que não foi a melhor das últimas rodadas, teve o primeiro gol aos 15 minutos da fase inicial do jogo. Rodrigo Romão foi quem abriu o placar. Depois disso, o Brusque começou a reagir. Ainda que os atletas estivessem desmotivados, buscavam a vitória para não ficar na lanterna da tabela do Estadual.

O segundo gol veio apenas aos 14 minutos do segundo tempo. Depois de muito tempo, quando marcou três dos cinco gols da partida contra o Juventus, em 16 de março, Carlinhos voltou a marcar.

Após o jogo, o atacante disse que para o último confronto é essencial jogar com garra. “Hoje (ontem) não jogamos bem, apesar da vitória, mas vamos com determinação e garra para Florianópolis”, acredita.

Já o técnico Arnaldo Lira comentou a dificuldade que é disputar uma vitória jogando fora de casa. “Pegamos as duas últimas partidas longe da nossa torcida. Isso é uma desvantagem, mas o Guarani também terá pouco público porque não jogará em casa. Agora, vence quem for melhor”, afirmou Lira.

A próxima disputa, contra o Guarani, em Florianópolis, será no estádio Orlando Scarpelli. Quem vencer segue na Divisão Principal, o outro parte para a Divisão Especial, jogando a partir de 6 de julho.