Paulo Marques
Criciúma*

Foram 112 longos dias até que neste domingo seja conhecido o vencedor do Campeonato Catarinense da Divisão Principal em 2008. Cento e trinta e quatro partidas, dois turnos e a decisão em dois jogos para que Figueirense ou Criciúma possam comemorar o título estadual. O capítulo final inicia às 16 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, mas não tem hora para terminar.

A vantagem do empate nos 90 minutos regulamentares é do Figueirense, que venceu há uma semana com um gol de costas de Edu Sales. Para levar a decisão a uma prorrogação de 30 minutos, o Criciúma precisa vencer por qualquer placar.
No período suplementar, ninguém terá vantagem. Quem ganhar, leva o troféu. Persistindo a igualdade, Criciúma e Figueirense levam a decisão à loteria dos pênaltis. Uma final que poderá demorar duas horas para encerrar.

O mistério que predominou durante a semana na preparação das duas equipes será esclarecido quando Tigre e Figueira entrarem em campo. Não se sabe se o artilheiro Jean Coral vai a campo e se o técnico Alexandre Gallo apresentará alguma outra surpresa no esquema tático. As pedras desse jogo de xadrez começam a se movimentar às 16 horas com o placar favorável ao Figueirense em 1 a 0.
* Do Jornal Notícias do Dia, Especial para o Notisul.