Florianópolis

O técnico Silas decidiu não poupar o meia Marquinhos do jogo contra a Chapecoense, neste domingo, no Estádio da Ressacada, às 16 horas, pela última rodada do quadrangular final do Campeonato Catarinense. A partida decide o futuro da Chapecoense, que precisa de uma vitória para chegar à decisão contra o próprio Avaí.

De acordo com Marquinhos, que já ficou fora do jogo do último domingo, contra o Joinville, ser poupado por mais uma rodada o deixaria muito tempo sem jogar, o que pode prejudicar o seu desempenho nas duas partidas finais.
“Estou preparado para jogar. Até porque se eu não participar fico muito tempo fora do campo. E a gente faz um trabalho separado durante a semana para domingo estar à disposição do Silas e ajudar todo mundo”, revela o meia.

Marquinhos afirma que o Avaí não escolherá o adversário da decisão e quer vencer a Chapecoense, último time que bateu o Leão na Ressacada, no Campeonato Catarinense do ano passado. “É um ano de invencibilidade. A última derrota foi para a Chapecoense. Mas, particularmente, não tenho medo de enfrentar a Chapecoense nem aqui nem lá, em qualquer ocasião”, revela.