Marco Antonio Mendes
Florianópolis

Apesar de ser um resultado que os tubaronenses até esperavam, ninguém queria que o Atlético Tubarão levasse a primeira goleada da competição. Na estreia do Catarinense, o Figueirense venceu por 4 a 0, na chuvosa noite de ontem, em Florianópolis, na partida que fechou a primeira rodada do campeonato.

Depois de algum tempo sem entrar em campo, já que terminou a Copa Santa Catarina em novembro, o novo time de Marcelo Cabo até mostrou boa atuação em campo, em um confronto equilibrado em alguns momentos e que iniciou pegando fogo. Mas não foi o suficiente para evitar os quatro gols sofridos.

O próximo confronto será em casa, no Estádio Anibal Costa, nesta quinta-feira. O Atlético enfrentará o Joinville às 19h30min, pela segunda rodada do Estadual.
O grande problema que praticamente desarmou a equipe tubaronense foi quanto às bolas paradas, que fizeram os adversários abrirem o placar aos 13 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de escanteio de Ricardinho, Bruno Aguiar fez o primeiro gol do Figueira.

Aos 28, o time da capital tratou de ampliar da mesma forma e o goleiro Marcos Leandro deixou escapar mais um gol da mesma forma que o primeiro. Em cobrança de escanteio de Rafael Ueta, o seu xará Rafael Coelho marcou o segundo. O primeiro período terminou em 2 a 0.

Mais dois no segundo tempo
Sem alteração em ambas as equipes, o Atlético Tubarão tentou reagir e tentar reverter o quadro, mas um pênalti a favor dos alvinegros abriu a terceira chance do placar ser ampliado. Bruno Luiz, do Atlético, derrubou Ricardinho e Schwenk fez a cobrança, aos 17 minutos. Com uma paradinha, antes de chutar, o goleiro Marcos Leandro não teve como evitar o 3 a 0.

Sem nem dar tempo para respirar e quase que atormentados pelo placar, os tubaronenses viram a consagração da vitória do Figueirense três minutos depois. O meia Ricardinho invadiu a área, conseguiu passar pela defesa e marcou o quarto.
Sem desistir, o Atlético Tubarão teve duas chances claras de gols. Na primeira, a bola passou muito perto das redes e, na segunda, o goleiro Wilson fez uma excelente defesa.

Após a goleada inesperada, o treinador Marcelo Cabo disse que é preciso assumir algumas falhas. “Tivemos erro de posicionamento. No segundo tempo, conseguimos corrigir o erro de bolas paradas. Perder para o Figueirense em pleno Orlando Scarpelli pode ser considerado normal. O que eu não esperava era um resultado tão elástico. Mas estamos no caminho certo”, acredita o técnico.

Os trabalhos no Estádio Domingos Gonzales recomeçam esta tarde, a partir das 17h30min.