Marco Antonio Mendes
Tubarão

O Atlético Tubarão e o Metropolitano possuem algumas características em comum. Ambos buscam a primeira vitória no Campeonato Catarinense. O técnico de cada um dos dois times está cotado para deixar o cargo e a zona de rebaixamento é o lugar que uma das duas equipes ficará (ou continuará).

O Atlético entra em campo esta noite, às 20h30min, no Estádio Anibal Costa, com a sombra de ser o único time que ainda não pontuou e não fez um gol sequer na competição. É um desafio que o treinador Marcelo Cabo tentará, de todas as formas, enfrentar. Para isso, ele contará com Fábio Bala, Allan e o estreante Pedrinho no setor de ataque do time. Fábio estava no departamento médico desde o fim da primeira rodada e agora volta para depositar esperança aos torcedores tubaronenses. Serginho não entrará por causa da expulsão no último jogo, contra o Atlético de Ibirama.

O Metropolitano, que não passa por uma situação tão diferente, empatou duas e perdeu uma. Está no oitavo lugar na classificação do Estadual. O técnico Paulo Porto, cotado para deixar o clube caso perca, terá que lidar com dois desfalques, como é o caso do atacante Reinaldo e o lateral-esquerdo Wilian. Porém, há algumas estreias pré-definidas. Fábio Fidélis e Hegon chegam do Avaí para ajudar no reforço do time de Blumenau.

A esperança dos tubaronenses, no entanto, é poder gritar o primeiro gol. Até mesmo o diretor de futebol do Atlético, Robertinho Rodrigues, demonstra total agonia. “Foi até bom pegarmos o Figueira e o Joinville logo no começo para não precisarmos ficar na agonia no fim. Mas, sem fazer gol um time empata ou perde e temos que sair desta situação. Já pensou se nós ganhamos? Eu realmente espero que isso ocorra”, comenta.

Valor do ingresso aumenta
Os ingressos para o confronto desta noite serão vendidos a partir de R$ 15,00 para a arquibancada descoberta. O valor de R$ 10,00 cobrado no último jogo em casa, contra o Joinville, não pôde continuar por causa da Federação Catarinense de Futebol.