Priscila Loch
Itajaí

A expectativa do técnico era um time com garra, que honrasse a camisa do Atlético Tubarão na reta final do Campeonato Catarinense. Porém, o que se viu ontem à tarde, mais uma vez, foi decepção. Nada que surpreendesse a torcida, mas se esperava pelo menos um bom futebol.

A derrota do Atlético Tubarão para o Marcílio Dias, por 3 a 0, foi todinha construída no primeiro tempo. E olha que o adversário, anfitrião, também não teve bom desempenho no decorrer da competição. Um placar positivo não mudaria a dramática situação da equipe tubaronense, que já está rebaixada à Divisão Especial de 2010, mas traria um pouco de dignidade a todos que vestem a camisa do clube.

Em contrapartida, o Marcílio Dias apresentou sinais de reação na luta contra o rebaixamento. Foi a primeira vitória marcilista no returno. Já o Atlético, contabiliza cinco derrotas em seis jogos – o melhor resultado foi um empate – e nenhuma vitória.

Os gols da partida foram marcados aos cinco minutos da primeira etapa, com Vasconcellos, de pênalti; 30, com Celico; e aos 39, com Leandro Costa.

Nesta quarta-feira, o time de Tubarão recebe a Chapecoense, no Anibal Costa, às 20h30min. O técnico Rafaelli Graniti garante a permanência nas próxima três rodadas, até o fim do campeonato.