Marco Antonio Mendes
Tubarão

Depois da derrota de ontem à tarde, no Estádio Anibal Costa, por 2 a 1 para o Figueirense, o Atlético Tubarão afundou-se de vez na lanterna do Campeonato Catarinense. Em nona colocação por boa parte do primeiro turno, o time de Joceli dos Santos viu o Metropolitano, que estava em décimo, passar os tubaronenses após vencer o Marcílio Dias por 3 a 0. De quebra, o ex-lanterna lidera o returno da competição.

No Estadual, pela classificação do segundo turno, o Atlético está em sétimo lugar. Nesta primeira rodada, não somaram pontos também o Criciúma, Brusque, Atlético de Ibirama e Marcílio Dias. A partida manteve-se morna por quase todos os 90 minutos do confronto. O sol forte prejudicou o desempenho dos atletas em campo, que chegaram a ter alguns minutos para recuperar o fôlego no meio do primeiro tempo.
Surpreendentemente, o placar foi aberto pelo Atlético Tubarão.

Fábio Bala recebeu de cruzamento no meio da pequena área e mandou de cabeça. Livre de marcação, fez o primeiro gol aos 20 minutos. O Figueirense tratou de empatar aos 33 da etapa inicial. Roger desviou o chute alto de Wellington na cobrança de falta e enganou o goleiro Daniel, no Atlético Tubarão. Já nos acréscimos do primeiro tempo, Marcão chegou atrasado para fazer a defesa, Rômulo ganhou a dividida e Rafael Coelho ficou na cara do gol para virar o resultado e deixar a equipe da capital na frente, aos 47 minutos.

Não houve gols no segundo tempo

O segundo tempo terminou como começou e nenhum dos dois adversários conseguiu ampliar o resultado. O Figueira até que pressionou o time da casa, mas sem sucesso. Diante do calor, os dois treinadores fizeram todas as substituições para dar mais fôlego ao time que estava em campo.
O Atlético Tubarão investiu várias vezes, mas apenas no final teve real chance de empatar com uma jogada de Allan, no entanto, o goleiro Wilson, do Figueira, conseguiu segurar a bola e manter os três pontos para os visitantes.