Maycon Vianna
Tubarão

O Atlético Tubarão preparou-se na tarde de ontem para o último confronto em casa pelo Campeonato Catarinense. O técnico Rafaelli Graniti deve mudar o esquema de jogo para a partida contra a Chapecoense, hoje, às 20h30min, no Estádio Anibal Costa. Entre as principais alterações, está a forma de jogar da equipe. “Entraremos com duas linhas de quatro e mais dois atacantes. Estes jogadores terão que dar o máximo neste último desafio nos gramados tubaronenses. Não haverá outra chance”, destaca Rafaelli.

Desde segunda-feira, três jogadores foram dispensados do elenco. O atacante Cafu e o meia Neto, que não eram aproveitados pelo treinador, saíram por deficiência técnica. Já o volante Benson, fez um acordo com a diretoria. “Resolvemos dispensá-lo para cortar gastos, já que a folha dele venceria no dia 17”, diz o gerente de futebol do Atlético Tubarão, Fábio Araújo.

Ainda segundo o dirigente, a torcida está de parabéns pelo apoio ao time nos jogos em casa e ele espera que o Atlético Tubarão faça a sua despedida com um bom desempenho. Ele garantiu que até o dia 25, quando termina a participação da equipe no Catarinense, o time não terá mais dispensas. “Provavelmente, o que pesou contra o Atlético foi a parte técnica. Nosso time tem uma folha salarial de R$ 40 mil, enquanto o Marcílio Dias, por exemplo, tem a folha próximo aos R$ 80 mil”, diz Fábio.
Para o técnico do clube tubaronense, a falta de reforços e a dificuldade de planejamento dificultaram o entrosamento dos jogadores.