Maycon Vianna
Tubarão

De nada adiantou a motivação que tanto falou o técnico Rafaelli Granitti. A equipe do Atlético Tubarão até tentou algumas jogadas e atuou mais com a bola no chão, mas não conseguiu repetir o resultado do primeiro confronto do primeiro turno com o time da capital, quando empatou sem gols.
Na noite de ontem, no Estádio Anibal Costa, a torcida tentou dar uma força ao time da casa, mas não adiantou. O Avaí mostrou todo o poderio, dominou o jogo e venceu por 2 a 0, com gols de Léo Gago e Evando, de pênalti. O Atlético ainda perdeu um pênalti, o que pode ter prejudicado o rendimento da equipe no restante da partida.
Rebaixado para a divisão de acesso do Campeonato Catarinense, os jogadores tubaronenses lamentam mais uma derrota no estadual e agora só cumprem tabela nos próximos jogos. O craque Marquinhos, da equipe da capital, fez a diferença e foi o destaque da partida.

O jogo que decretou o rebaixamento do Peixe

O confronto iniciou equilibrado. Atlético Tubarão x Avaí alternavam a posse de bola no meio campo. Aos 14 minutos, o técnico Silas resolveu colocar Evando no lugar de William e o time da capital ficou mais equilibrado. Aos 23, em um lindo lance, o atacante Léo Gago deu um chutão de fora da área e fez um golaço. Com o placar em favor do Avaí, a equipe da ilha continuava a pressão e, aos 33, uma grande jogada entre Caio e Marquinhos resultou com a bola na trave.

Nervosos, os atletas do Atlético Tubarão cometiam várias faltas. Três jogadores foram punidos com cartão amarelo nos 15 minutos finais da primeira etapa.
Na volta do intervalo, esperança para a torcida tubaronense. Logo aos cinco minutos, pênalti a favor do Atlético Tubarão. A bola tocou no braço de André Turatto.

O atacante Allan cobrou mal e o goleiro Eduardo Martini salvou o Leão da Ilha. Após perder o pênalti, o time tubaronense não se encontrou mais em campo. O meia Marquinhos continuava a desequilibrar. Com o domínio total do segundo tempo, aos 22 minutos, a bola bateu no braço de Gustavo. Evando cobrou bem e fez o segundo gol do Avaí. Na sequência, a equipe da capital administrou o resultado e os tubaronenses não conseguiram chegar ao gol.
O árbitro ainda deu três minutos de acréscimo, mas o placar não mudou e o Atlético Tubarão está rebaixado na disputa do Campeonato Catarinense. O técnico Rafaelli Graniti deve continuar até o fim da competição.