O elenco nacional comemorou a boa fase e quatro tubaronenses estavam na disputa internacional  -  Foto:Divulgação/Notisul
O elenco nacional comemorou a boa fase e quatro tubaronenses estavam na disputa internacional - Foto:Divulgação/Notisul

Guayaquil, Equador

Chegou ao fim a disputa do Pan-Americano de Karatê e os tubaronenses voltam para a Cidade Azul com muita experiência na bagagem. Realizado em Guayaquil, Equador, o campeonato reuniu os melhores atletas do continente. Cada país competiu com os dois melhores de cada categoria, tornando o evento de alto nível e acirrado.

Pela primeira vez, Tubarão teve quatro integrantes na seleção brasileira, que realizou boa campanha e terminou a competição em segundo lugar geral, atrás apenas dos Estados Unidos. Nícolas de Souza, Daiana Viel, João Vitor da Costa da Silva e Laura de Souza representaram bem o país e a Cidade Azul, mesmo sem conquistar medalhas.

“O resultado no Pan-Americano não foi o esperado, mesmo assim, acredito que foi bom devido ao nível do evento. Os atletas representaram bem a nossa equipe e fizeram parte do grupo do Brasil”, comemorou o treinador Fabricio de Souza.

Os atletas da Equipe Impacto conseguiram boas participações e conquistaram dois quintos lugares. Daiana e João Vitor comemoraram o feito em suas categorias. Ambos chegaram na disputa da medalha de bronze, mas foram derrotados. Laura também teve uma boa participação, venceu uma forte atleta do México na primeira rodada e perdeu na segunda por 3 a 2. Já Nícolas empatou sua primeira luta contra Canadá e, na decisão dos juízes, perdeu. 

“Ganhei duas lutas e perdi duas. Sou extremamente grata a todos que contribuíram para esta participação no meu primeiro campeonato internacional”, salienta Daiana. Os tubaronenses retornam à cidade hoje, orgulhosos das suas participações e prontos para novos desafios.