O Criciúma apresentou na manhã desta quinta-feira (21), dois novos reforços para o segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro e segunda divisão do Campeonato Catarinense. O zagueiro Oswaldo José Henríquez Bocanegra, de 33 anos, e o atacante Lucas Poletto, de 27. Os atletas devem ser inscritos ainda hoje no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“O zagueiro Bocanegra é experiente e já jogou no Brasil por cinco temporadas e pretendemos sanar problemas no setor defensivo. Já o Poletto é um atacante de lado com experiência internacional e com base no Santos e Grêmio, e também vai nos ajudar bastante”, afirmou o executivo de futebol do Criciúma, Juliano Camargo.

Apresentação Bocanegra

Bocanegra tem passagens por clubes do Brasil, mas foi revelado pelo Millonarios, da Colômbia, onde atuou por oito temporadas. Ainda jogou por Querétaro e Chiapas, do México, Deportivo Pasto, da Colômbia, e Bnei Sakhnin, de Israel. Em 2016, o zagueiro foi contratado pelo Sport Recife e defendeu a equipe até 2018 com 63 jogos e um gol. Depois defendeu o Vasco e veio do Águilas Rionegro, da Colômbia. “Na preparação física já estou bem. Sobre à disposição física e mental, estou 100%. Gosto de ser chamado de Bocanegra, mas para questões burocráticas, sou Henríquez”, destacou.

Ele estava atuando no futebol colombiano e falou sobre sua experiência. “O futebol colombiano tem crescido muito e, quando retornei ao país, fiquei surpreendido pelo nível de treinamento. O futebol colombiano tem jogadores rápidos, enquanto o futebol brasileiro é mais pensado”, observou.

Ao ser questionado sobre a disputa com os outros zagueiros pela titularidade, Bocanegra foi enfático. “Precisa de uma disputa saudável, pois mantém o alto nível. Venho para somar e ajudar a fazer a zaga do Criciúma ainda mais forte”, contou.

Apresentação Lucas Poletto 

Lucas Poletto tem 27 anos e nasceu em Belo Horizonte (MG). O atleta iniciou a carreira nas categorias de base do Internacional e atuou no Sub-19 do Milan, da Itália. Ele ainda jogou no Sub-23 do Santos e no Grêmio, antes de ir para o futebol da Grécia, onde defendeu o Apollon Larissa e o Xanthi, antes de ir para o Levadiakos, onde esteve nas últimas três temporadas. Este ano o atacante marcou 11 gols em 35 jogos pela equipe. “É uma honra vestir a camisa do Criciúma. Posso jogar como um camisa 9 de mais mobilidade e sou um jogador que gosto do um contra um. Gosto de finalizar e também marcar gols”, citou

Ele está treinando há dez dias no Centro de Treinamento Antenor Angeloni e está apto para o jogo, com condições físicas. “Quem acompanha os treinamentos sabe que os atacantes do time são de qualidade. Tem o treinamento, mas também tem sorte. Os atletas do ataque são muito qualificados. Venho de uma temporada boa na Grécia, mas espero contribuir com gols e assistências por aqui”, pontuou.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Engeplus