As atletas Julia Lima e Fernanda Serafim chegaram ao lugar mais alto do pódio no feminino e Rogério Guimarães e Guilher Souza ficaram na terceira colocação no masculino.

Florianópolis

A etapa Catarinense do Circuito Mormaii de Beach Tennis bateu recorde de participantes. Desde a última sexta-feira, mais de 360 atletas estiveram competindo em uma das praias mais convidativa e atrativa do Estado, na Joaquina, em Florianópolis. As disputas ocorrem em diversas categorias.

Participaram da competição na capital, dez atletas de Tubarão, que mais uma vez fizeram bonito e mostram porque estão entre os melhores do Estado na modalidade. No feminino nas duplas, as jovens Fernanda Serafim e Julia Lima conquistaram a medalha de ouro e no masculino também nas duplas Rogério Guimarães e Guilherme Souza alcançaram o terceiro lugar. Além das conquistas no Circuito Mormaii, outros dois tubaronenses disputaram a Copa Smash de Beach Tennis, no rio de Janeiro, Richard Viana e Eduardo Silva, na capital fluminense eles foram vice-campeões.

Além do circuito catarinense há etapas da modalidade, em Porto Seguro, na Bahia; São Luís, no Maranhão, Rio de Janeiro e São Paulo.

O formato do esporte surgiu na cidade de Ravenna, Itália em meados dos anos 80 e começou a ser difundido no Brasil, especificamente no Rio de Janeiro duas décadas depois. As regras do jogo não são complicadas. Uma rede e o objetivo é não deixar a bolinha cair no chão. Os pontos são válidos quando a redonda cai no cantinho ou atrás da quadra. É praticado em duplas, na quadra de 16×8 metros, separados por uma rede de 1,70 metro de altura. Além disso, as regras são próximas aos esportes de rede.

Entre os benefícios do esporte, está o alto gasto calórico e aceleramento do desenvolvimento físico e motor. Como as trocas de bola são rápidas, o beach tennis exige agilidade melhorando o tempo de reação dos jogadores. Praticado na praia, o esporte é uma boa forma de contato com o ar livre, além disso, o fato de ser jogado na areia ajuda a fortalecer a musculatura.

Em um primeiro momento pode soar estranho quando um esporte mistura tênis e vôlei de praia. Mas a estranheza logo se dilui quando se conhece a modalidade. “O Beach Tênnis vem conquistando cada vez mais seu espaço nas areias de Santa Catarina”, afirma Guilherme Souza.

Foto: Divulgação/Notisul