Na noite do último domingo (30), Alana Neves Maranhão, 18 anos, foi encontrada morta em sua residência, no Jardim Morumbi, no município de Paranavaí, noroeste do Paraná.A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso e suspeita com a hipótese de suicídio.

Em 2017, Alana foi representante do Brasil no Campeonato Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia, na prova do lançamento de dardo, como a primeira colocada no ranking brasileiro da sua categoria, após vencer o Brasileiro Sub-18, com índice de 50,09 m.

Confederação Brasileira de Atletismo lamenta a morte de Alana Maranhão

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), lamenta a morte da atleta Alana Maranhão, de Paranavaí (PR), registra o mais profundo pesar em nome da comunidade do atletismo pelo ocorrido e deixa condolências aos familiares e amigos.