Marco Antonio Mendes
Tubarão

Os clubes profissionais de Santa Catarina reuniram-se segunda-feira à noite, em Tubarão, para discutir os assuntos relacionados ao Campeonato Catarinense. A principal reclamação entre os dirigentes foi quanto às atitudes dos árbitros nas partidas. Segundo o presidente do Atlético Tubarão, Pedro Almeida, entre as sugestões está a contratação de maior número de profissionais para que haja melhorias na qualidade das arbitragens.

“Se houvesse mais árbitros, eles prestariam mais atenção e errariam bem menos. Assim, teriam menos chances de ser escalados para apitar outros jogos, porque os melhores é que iriam. Além disso, é importante dar oportunidade aos novos”, diz Almeida.

A queixa do presidente refere-se especificamente ao criciumense José Nasareno Marcelino, que apitou o jogo do Peixe contra o Marcílio Dias e, para ele, favoreceu a equipe adversária. Na época, houve revolta entre os torcedores e o árbitro denunciou que um saco de areia com pedra teria o atingido caso não tivesse se protegido no escudo de um policial.

Bingão
Hoje, a diretoria do Tubarão reúne-se para avaliar o resultado da venda do bingão. O sorteio do automóvel Celta será no próximo sábado. Antes, será servido uma feijoada para os concorrentes.

Próximo jogo
O jogo contra o Tigre foi confirmado para sábado, às 20h30min. “O Criciúma queria que a data fosse mudada para domingo, no mesmo horário, porque joga amanhã (hoje) no Ceará e acha que não chegará a tempo para fazer treino com os jogadores. Mas não aceitamos. Foi definido anteriormente que seria sábado e será neste dia”, afirma o diretor de futebol Roberto Luiz Rodrigues.

Treino
Depois de vencer a Chapecoense por 2 a 1, os jogadores do Atlético Tubarão voltaram a treinar ontem, após folga na segunda-feira. Pelos planos do técnico Arnaldo Lira, o lateral-esquerdo Emanuel, elogiado pela qualidade na cobrança de faltas, poderia voltar nos próximos jogos, porém, o terceiro cartão amarelo recebido domingo fará com que o treinador escolha um substituto para a função.