#Pracegover Foto: na imagem há diversas pessoas treinando
#Pracegover Foto: na imagem há diversas pessoas treinando

Com o intuito de contribuir com o desenvolvimento de crianças com idade entre 8 e 12 anos, moradores de Araranguá, que buscam competir ou ter mais qualidade de vida, o a Academia de Combate Artes Marciais disponibilizará a partir de setembro um horário semanal destinado a esse público para aprender o Taekwando. O intuito da iniciativa é atender crianças de famílias hipossuficientes do município.

O esporte é uma das artes marciais que, entre outros benefícios, gera maior condicionamento físico, na agilidade e no desenvolvimento de um raciocínio rápido e tomada de decisão. De acordo com o engenheiro civil, professor e idealizador do projeto, Gabriel Barros, a iniciativa ocorrerá por um período de um ano e serão disponibilizadas 12 vagas. “Temos uma academia em Araranguá só de lutas. Era um projeto antigo e que vamos dar início em setembro. Em parceria com uma cooperativa conseguimos colocar a iniciativa em prática. Vamos disponibilizar os professores e o espaço, e a cooperativa irá ajudar com o material”, explica.

Os interessados no projeto deverão comparecer na Academia de Combate Artes Marciais, na rua Amaro José Pereira, bairro Coloninha, em Araranguá. Os treinos ocorrerão a partir da segunda semana de setembro, nas segundas-feiras, das 17 às 18h30.

Já faz algum tempo que lutar deixou de ser uma atividade restrita a um grupo seleto de pessoas. Existe uma grande variedade de aula de lutas, o que torna essa prática uma atividade física inclusiva, dinâmica e divertida. As lutas oferecem benefícios que vão desde queimar calorias e tonificar o corpo até ganhar disciplina e melhorar a autoestima. A prática pode ser facilmente inserida na rotina com aulas curtas e representa um enorme ganho de saúde e qualidade de vida

No Taekwondo as pernas são as principais armas de combate, o que torna essa modalidade muito indicada para quem busca fortalecer os membros inferiores. Esses membros são usados tanto para desferir o golpe e canalizar a força do ataque quanto para sustentar o peso do corpo e equilibrá-lo quando se luta sem os dois apoios.

Essa modalidade garante pernas e glúteos mais fortes, além de promover um ganho significativo de flexibilidade para quem a prática. Devido aos chutes altos típicos dessa Arte Marcial, o corpo ganha mais amplitude de movimentos.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul