FCF/Divulgação/Notisul
FCF/Divulgação/Notisul

Florianópolis

Federação Catarinense de Futebol informa que o Clube Náu tico Almirante Barroso oficiou a Entidade na última quinta-feira (10) sobre a não participação no Campeonato Catarinense da Série A de 2020, tendo em vista a impossibilidade de receber partidas na sua praça de esportes, o estádio Camilo Nicolau Mussi, em Itajaí. O referido estádio não atende algumas das exigências estabelecidas no Manual de Infraestrutura de Estádios da Federação Catarinense de Futebol, instituído em 2017.

Desde a conquista do título do Catarinense Série B  em 25 de agosto, a Federação Catarinense de Futebol e o clube vinham desenvolvendo tratativas para solucionar a questão, porém não houve solução levando em consideração os prazos da legislação vigente, o Estatuto de Defesa do Torcedor e o Regulamento Geral de Competições organizadas pela FCF.

Considerando a decisão do Almirante Barroso e conforme o critério técnico, a Federação Catarinense de Futebol oficiou o Grêmio Esportivo Juventus, de Jaraguá do Sul, 3º colocado do Catarinense Série B 2019, para que emita ofício até o dia 18 de outubro, confirmando se terá infraestrutura compatível às exigência do Manual de Infraestrutura de Estádios no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, para ingressar na disputa do Campeonato Catarinense Série A 2020.

O Presidente do Almirante Barroso, Hudson Moura, entregou pessoalmente o ofício ao presidente da FCF, Rubens Angelotti, manifestando a ausência de praça de esportes habilitada em Itajaí e na região conurbada para receber partidas do Campeonato Catarinense Série A de 2020.