ADU teve dez dias de treinos com o novo técnico  -  Foto:Thiago Aguiar/Divulgação/Notisul
ADU teve dez dias de treinos com o novo técnico - Foto:Thiago Aguiar/Divulgação/Notisul

 

Thiago Oliveira
Belo Horizonte (MG)
 
Depois de uma série de jogos em casa, com resultados fracos (em oito jogos, foram três empates, três derrotas e apenas duas vitórias), a ADU continua a jornada pela Liga Futsal, longe dos seus domínios. Neste sábado, a equipe tubaronense tentará a sua recuperação no campeonato, diante do V&M Minas, em Belo Horizonte, a partir das 11 horas.
 
O time terá novidades se comparado àquele que foi goleado no Salgadão pelo Carlos Barbosa. A principal delas estará no comando da equipe. Paulinho Gambier fará o seu primeiro jogo como treinador da ADU desde o seu retorno à Cidade Azul. A expectativa é que o experiente técnico consiga reverter o mau momento do clube na Liga, já que os tubaronenses amargam a última posição.
 
Mas, segundo Paulinho, que teve dez dias para treinar o time, a tabela mente. “Estamos a cinco pontos do 10º lugar. Duas vitórias podem nos fazer dar um grande salto”, projeta.
 
Dentro de quadra, a equipe também terá novidades. O pivô Raphael Pernambucano transferiu-se para o futsal japonês, onde irá defender o Tokyo Fuchu Athletic FC. Em compensação, o ala Gordo voltou para reforçar o time no restante da competição. 
 
De Belo Horizonte, a equipe parte para o interior de São Paulo, onde enfrentará um desafio ainda mais difícil. Segunda-feira, a equipe encara a Intelli, de Falcão, líder da competição. O jogo está marcado para as 20h15min, em Orlândia.