Gambier comandou uma atividade de aproximadamente duas horas
Gambier comandou uma atividade de aproximadamente duas horas

Thiago Oliveira
Tubarão

 
Paulinho Gambier está de volta a Tubarão. Depois de duas passagens pelo futsal da Cidade Azul, quando a equipe ainda se chamava Unisul, o treinador chega com a missão de classificar o grupo da ADU para a segunda fase da Liga Nacional.
 
Durante o discurso de apresentação aos jogadores, o treinador carioca já mostrou que espera bastante dos comandados. “Vou me adaptar a vocês. São vocês que fazem com que as coisas ocorram. Quem está dentro da quadra é que resolve. Agora, tem é que trabalhar”, avisou ao grupo.
 
Para Gambier, neste primeiro momento, o mais importante é cuidar da cabeça dos jogadores. “O grupo é bom. Em primeiro momento, eu quero resgatar o psicológico do grupo. A última posição deixou a equipe abalada”, justificou.
 
A primeira atividade de Gambier durou aproximadamente duas horas. No início, o treinador utilizou todos os jogadores em quadra. Depois, separou o grupo em times, em um trabalho técnico orientado. “Qualquer um que vê o treino do Paulinho uma vez já nota a diferença”, avaliou o fixo/pivô Murilo.
 
O técnico também comparou a equipe atual com os times que comandou em Tubarão. “Não podem esperar que do nada a gente repita a campanha de 2008. Naquela vez, tivemos tempo para trabalhar. O grupo é também bastante diferente daquele de 2010. Aquele era uma equipe muito jovem. Esse é um grupo mais experiente”, avaliou.
 
Apesar da última posição na Liga Nacional, Gambier acredita que a competição está muito equilibrada. “Estamos a cinco pontos do 10º lugar. Duas vitórias podem nos fazer dar um grande salto”, projetou.
 
Treinador prestigiado
Apesar da reformulação realizada na equipe da ADU, alguns jogadores já haviam trabalhado com o treinador Paulinho Gambier nas duas passagens dele por Tubarão. E elogios não faltam.
“Paulinho é ótimo. Não é à toa que ele passou por grandes equipes. Ele tem um padrão diferente de jogo, com mais movimentação. Além disso, eu acho que a mudança trouxe um novo ânimo ao grupo. Todo mundo quer jogar, então, o pessoal dedica-se mais”, afirmou o fixo/pivô Murilo, que foi comandado por Gambier em 2008 e 2010.
Entre os atuais jogadores, nenhum trabalhou tanto com o treinador como o ala Gustavo. Além de acompanhar as duas passagens de Gambier, ele foi comandado pelo técnico no Três Coroas, no Rio Grande do Sul. Tanto que foi ele quem trouxe o atleta para a Unisul, em 2008.
“Eu tenho um reconhecimento muito grande pelo trabalho dele. A melhor campanha da Unisul foi com ele, e isso já prova a sua capacidade. O tempo é curto. Tomara que a gente coloque em prática o que ele quer rapidamente. Chance nós temos. Não da para desistir”, apontou Gustavo.
 
Mais um retorno
Além da volta do técnico Paulinho Gambier, a ADU terá mais um retorno para o restante da Liga Futsal. A diretoria fechou a contratação do ala Gordo, que estava no Al Samiya, do Kuwait, o mesmo time de Gambier.
Gordo chegou ao time tubaronense em 2008, quando fez parte da equipe que chegou ao quinto lugar da Liga Futsal, e ficou até o fim do ano passado. O jogador se apresenta nesta quinta.