Ariel irá comemorar marca histórica amanhã
Ariel irá comemorar marca histórica amanhã

 

Tubarão
 
Willian Ariel Koch, 25 anos, conhecido como o guerreiro Ariel, está muito feliz no seu quinto ano em Tubarão. Amanhã, contra o Siderópolis, às 20h30min, no Salgadão, pelo Estadual de Futsal, o fixo/ala da Hipper Freios/Unisul completa 200 jogos vestindo a camisa da equipe da universidade.
 
“A comunidade de Tubarão e a universidade me acolheram muito bem. Aqui conheci a mulher da minha vida, fiz a faculdade de educação física e conquistei muitos amigos, além do respeito pela minha profissão. Estou feliz por poder comemorar este número expressivo de jogos”, comemora o jogador.
 
O atleta, além da garra que demonstra em todas as partidas que disputa, é considerado líder dentro e fora das quadras. “Procuro sempre ser correto comigo mesmo e com as pessoas que estão ao meu lado. E quando estou jogando dou o meu máximo, marcando forte e jogando com vontade. Fora de quadra, estou sempre conversando com os meus colegas, adoro acompanhar tudo do futsal e sou uma pessoa tranquila, de família”, revela.
 
Alguns momentos importantes com a camisa da Unisul estão gravados na memória. “Tive grandes momentos na Unisul, como a Liga Futsal de 2008, onde fomos muito bem, e também passei por alguns momentos difíceis, principalmente quando não conseguimos os resultados que planejamos em algumas competições. Mas o carinho recebido da torcida e dos amigos sempre me motivaram a continuar em Tubarão, pois adoro esta cidade e as pessoas que aqui vivem”, completa feliz o guerreiro.
 
Acesc/Capivari Futsal intensifica treinamentos
A derrota nos últimos segundos para a equipe do Krona/Joinville/Dal Ponte, em jogo válido pela penúltima rodada do returno do Campeonato Catarinense da Divisão Especial, na terça-feira, ficou para trás. A Acesc/Capivari Futsal voltou aos trabalhos na manhã de ontem, visando o jogo de amanhã, contra o Fexponace/Moitas/Avai, às 20h30min, em casa, que deve definir a classificação final da equipe para a próxima fase da competição.
O preparador físico Juliano Zeferino ministrou os trabalhos físicos com os atletas. Em seguida, o técnico Vandré orientou taticamente os atletas para o jogo de amanhã.