São Ludgero

Um total de 15 lutas nas modalidades Jiu-Jitsu, Muay Thai e MMA Profissional  movimentarão a Sétima edição do Blasius Combat que ocorrerá no Ginásio Municipal Lino Philippi, em São Ludgero, no próximo dia 26, a partir das 19h. O evento que conta com 5 representantes do município, tem o apoio da Prefeitura Municipal.

Do total de lutas, 11 são de Muay Thai, duas de Jiu-Jitsu e duas de MMA Profissional. A principal luta da noite será no MMA Profissional entre Patrique Bressan x Rafael Back. Patrique já foi campeão brasileiro no Jiu-Jitsu, alcançou os primeiros no ranking mundial também no Jiu-Jitsu e no MMA fez 9 lutas com vitórias, permanecendo invicto na modalidade. Já o adversário Rafael tem 7 lutas pelo MMA com 5 vitórias e duas derrotas.

O Muay Thai é uma arte marcial tailandesa de corpo a corpo muito agressiva. No caso do  Mixed Martial Artes (MMA), ou Artes Marciais Mistas incluem golpes de luta em pé e técnicas de luta no chão. Já o Jiu-Jitsu é a arte marcial de raiz japonesa que utiliza de golpes de alavancas, torções e pressões para levar o oponente ao chão e dominá-lo.

Túlio Soth (Jiu-Jitsu), Lara Blasius (Muay Thai Amador), Vitor Oliveira (Muay Thai Pro-Am), Joevani Feliciano (Muay Thai Pro-Am) e Endreo China (Muay Thai Pro-Am) representam São Ludgero. 

Nas disputas de Muay Thai o tempo de cada round é de 2 minutos com 1 minuto de intervalo. Já no MMA Profissional cada round é de 5 minutos com intervalo de 1 minuto e no Jiu-Jitsu a luta é de 6 minutos initerruptos.   

   

O detentor do Cinturão Sulamericano de Muay Thai Profissional desde 2015, Sidnei Blasius, que se aposentou fazendo sua última luta em 2018, fala da emoção e do desafio em realizar o evento, anualmente. “Tudo é muito caro para realização de um evento do porte do Blasius Combat. Somos gratos aos patrocinadores, parceiros e o apoio recebido da Prefeitura de São Ludgero. Sem esta soma de participações não seria possível realizar um evento deste porte e disponibilizar os ingressos ao preço que são praticados”, ressalta.   

O evento será supervisionado pela Federação Catarinense de Muay Thai, pela Federação Catarinense de MMA e pela Federação Catarinense de Jiu-Jitsu.

Os ingressos são comercializados ao valor de R$ 20,00 para arquibancada, R$ 30,00 para cadeira, pessoas acima de 60 anos, com deficiência com acompanhante pagam meia entrada e crianças até 6 anos não pagam. Além disso, na entrada serão recebidos um quilo de alimento não perecível por pessoa que serão destinados às ações sociais.