Zahyra Mattar
Tubarão

Neste domingo, 4.538.981 eleitores de Santa Catarina escolherão os seus candidatos em 17.420 urnas eletrônicas, distribuídas em 14.862 seções eleitorais de 3.998 locais de votação. No total, serão escolhidos seis candidatos. Santa Catarina tem 16 vagas na câmara dos deputados (são 513, no total), duas no senado. Na assembleia legislativa, são 40 vagas (1.059 deputados estaduais serão eleitos no país).

Cada brasileiro, cada catarinense, cada cidadão que vive nos municípios que formam as regiões da Amurel e da Amesg, tem a obrigação, ainda que apenas moral, de ir para as urnas e escolher seus representantes. É desta consciência que deve ser disseminada, sempre, que mudanças poderão ocorrer no país, no estado, nas cidades.

Mas atenção: após a eleição, em 2011, quando os vencedores serão diplomados e assumirão suas vagas, não esqueça de continuar a desenvolver seu papel de cidadão: cobre. Se os candidatos levarão seu voto, têm a obrigação de dar satisfação a você.

Justificativa
O cidadão que não estiver no seu domicílio eleitoral neste domingo precisa justificar a sua ausência no pleito. Isto pode ser feito pela internet (www.tre-sc.gov.br) ou em qualquer seção eleitoral. O título de eleitor ou um documento com foto devem ser apresentados. Caso seja impossível fazer isso no domingo, o eleitor tem até 60 dias após o pleito para entregar o requerimento em qualquer cartório ou posto de atendimento eleitoral.

Como você deve votar

No total, serão escolhidos seis candidatos. Na urna, elas aparecerão na seguinte ordem: deputado estadual, deputado federal, senador 1, senador 2, governador e presidente. Após digitar o número de cada um dos seis candidatos e conferir a foto na tela, o eleitor precisará apertar a tecla “confirma”, da cor verde.

Caso digite algum número errado e a foto não corresponda ao seu candidato, o eleitor terá que usar a tecla “corrige”, da cor laranja, digitar corretamente o número, conferir a foto e confirmar o voto.

O eleitor deve ter cuidado, pois, se confirmar um número de candidato inexistente, o voto será nulo para aquele cargo. Como são muitos números para lembrar, o eleitor poderá fazer uso da famosa cola, como a do modelo abaixo.