Tubarão

A agenda de compromissos do vice-governador Leonel Pavan (PSDB) em Tubarão neste sábado foi alterada. Ele chegaria no início da manhã para participar da gravação do programa Grandes Temas, da Unisul TV, e depois participaria ao vivo do Frente a Frente, da rádio Bandeirantes Tabajara AM. Porém, ele participará apenas do almoço de confraternização do partido. Pavan abonará cerca de 450 filiações previstas pela Maratona 45.

“Teve algumas mudanças na agenda, mas ele vem a Tubarão. Talvez não chegue a tempo do Frente a Frente, mas outras lideranças do partido participarão, como o presidente da assembleia legislativa, Jorginho Mello, o prefeito de Imbituba e presidente da Amurel, Beto Martins, e o prefeito de Tubarão, Manoel Bertoncini (PSDB)”, relata o presidente do diretório do PSDB, Antonio Bittencourt, o Toni.

Nesta sexta-feira, circularam rumores de que Pavan cancelaria toda a agenda prevista para o fim de semana, por causa do indiciamento, junto com outras seis pessoas na Operação Transparência, da Polícia Federal (PF). O vice-governador foi enquadrado por supostos crimes de quebra de sigilo, advocacia administrativa e corrupção passiva. Na próxima terça-feira, o procurador-geral de justiça anunciará quantos e quais dos sete indiciados serão denunciados em ação criminal pelo Ministério Público. Só então o Tribunal de Justiça (TJ) decide se aceita ou não a abertura de processo contra eles.

O secretário estadual da fazenda, Antonio Gavazzoni, disse que os fiscais indiciados pela PF terão plenos direitos de se defenderem das acusações.