Zahyra Mattar
Tubarão

Quando se fala em turismo qual a primeira coisa que vem à mente? Praia, campo, parques temáticos e tudo aquilo que garanta divertimento. E é claro que se o pensamento for assim restrito, é certo afirmar que Tubarão não está entre os principais destinos turísticos do estado.

Mas isto é uma inverdade. A Cidade Azul tem muito a oferecer, o que falta é a estruturação do setor para fomentar este segmento. O primeiro passo para isso é a realização, amanhã, do workshop Os caminhos do turismo em Tubarão.

O objetivo principal é identificar qual o potencial da cidade. “Hoje, o foco é errado. Todos pensam que turismo só se faz no campo ou na praia. O que começamos a desenhar para Tubarão é o turismo de eventos, que abre um leque enorme”, antecipa o secretário de indústria e comércio da prefeitura, Estêner Soratto da Silva Júnior.

Dentro deste segmento, há turismo cultural, onde está inserido o Natal Luz e o Uniluz, por exemplo. O turismo de negócios, cujo primeiro passo foi a reformulação da Feincos. O turismo artístico, que a feira também abre este espaço. E ainda o turismo de eventos educacionais, onde a Unisul entra como grande parceira.

 “O problema até agora é que ninguém tem esta visão. É neste aspecto que começaremos a focar o setor turístico este ano. Além de criar mecanismos para que o próprio tubaronense conheça a sua cidade. O que impressiona, e faço aqui um desafio, é que se pegar dez tubaronenses, pelo menos cinco deles não sabe onde fica o Museu Ferroviário e nunca entrou nele. Este é um dos primeiros aspectos que temos que mudar”, completa o secretário.

Ações práticas e imediatas
O segmento do turismo não vai desenvolver-se em Tubarão a partir de uma ação única. Também não é possível fazer tudo de uma só vez. Para este ano, a prefeitura planeja alguns investimentos e ações para dar o pontapé inicial.

Uma delas é a reabertura da central de informações turísticas, às margens da BR-101. As obras devem iniciar em fevereiro. Nesta mesma linha a prefeitura pretende investir na finalização da implantação do Museu Ferroviário, um empreendimento único no país.

Outra necessidade é a criação de um calendário de eventos da cidade, para evitar choques de data e, consequentemente, divisão do público. Todos os atrativos turísticos da cidade serão reunidos em um só documento para divulgar Tubarão na região e no estado.

O Natal Luz, hoje um dos eventos que mais traz turistas à cidade, terá o número de atrações ampliado para preservar a boa média de visitantes, algo que também movimenta o comércio da cidade.

Serviço
O workshop Os caminhos do turismo em Tubarão ocorrerá amanhã, às 14 horas, na Amurel. O evento vai abordar quatro eixos principais: reorganização do Conselho Municipal de Turismo; inventário de atrações turísticas; calendário de eventos e turismo rural e termal, entre outros assuntos importantes para fomentar a atividade na cidade.