Sessões eleitorais estarão abertas das 8 às 17 horas deste domingo  -  Foto:Divulgação/Notisul
Sessões eleitorais estarão abertas das 8 às 17 horas deste domingo - Foto:Divulgação/Notisul

Kalil de Oliveira
Tubarão

De posse de seu documento oficial com foto e uma “cola” com o nome do candidato, o eleitor que se dirigir às urnas neste domingo não participa apenas da escolha das pessoas que ocuparão as cadeiras no legislativo e dos mandatários municipais. Trata-se de um momento no qual a população manifesta o seu poder democrático, definindo as melhores propostas para o benefício de suas cidades. A recomendação é da própria Justiça Eleitoral. 

O ato democrático é um desafio para as autoridades, obrigadas a selecionar fiscais e mesários, e ainda mobilizar todo o reforço policial em escala de dedicação exclusiva às eleições, entre outros. De nada todo esse esforço, que custa cerca de R$ 11 milhões aos cofres públicos em Santa Catarina, valerá a pena se o eleitor não votar com consciência.

“Não podemos ficar apenas reclamando da política e dos políticos de um modo geral. Temos é que dar o exemplo. Isso ocorre não votando em favores e propostas de marketing e sim nas melhores propostas e com consciência de quem verdadeiramente quer melhorar este país”, argumenta o presidente da entidade que historicamente acompanha o processo eleitoral e briga pela defesa do regime democrático, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Tubarão, Erivelton Alexandre de Mendonça Fileti.

Como é tradição, o Notisul estará nos pontos de votação desde as primeiras horas para a melhor cobertura, com o objetivo de trazer os detalhes da maior festa da democracia. A edição desta segunda-feira trará o resultado em todos os municípios da área de abrangência da Amurel, com os novos prefeitos, vice, e a composição do legislativo, incluindo detalhes do trabalho de apuração e a festa da vitória nos maiores colégios eleitorais.

Atenção às mudanças
Em Tubarão, os eleitores devem ficar atentos para alterações nos locais de votação. De acordo com o cartório eleitoral da Cidade Azul, os eleitores do antigo Colégio João 23 votam na Apae da rua Lauro Müller, 3121, em Tubarão.

Da mesma forma, quem votava na escola Visconde de Mauá, no bairro Oficinas, deve seguir para o Colégio Galotti, que fica ao lado.

Em Treze de Maio, como o posto de saúde do Morro das Pedras está em reforma, a justiça eleitoral decidiu instalar as urnas eletrônicas no salão paroquial do mesmo bairro, na estrada geral. Um último local teve que ser transferido, neste caso em Braço do Norte. Do Centro Comunitário de Alto Travessão, os eleitores  devem dirigir-se à escola Werner Knabben, que fica na rodovia SC-370. As urnas seguirão este sábado para os locais de votação, ou para a casa de um responsável, se entender ser mais seguro. 

Por que ir às urnas neste domingo?
É pelo voto que o eleitor expressa sua confiança em um determinado candidato. Assim, deve-se votar sabendo quem o candidato é e estando convicto de que a escolha realmente é a melhor para o progresso da cidade e para o bem-estar da população. Para tanto, faz-se necessário informar-se antes das eleições e ficar atento, discutir o assunto com amigos e conhecidos, comparar os candidatos e pensar no que eles dizem. O voto consciente é resultado de muita reflexão sobre os candidatos e suas promessas.

Saiba se pode votar!
Devem votar os eleitores que estão em situação regular com a Justiça Eleitoral, mesmo quem não tenham votado na última eleição. Para saber a situação do título, basta fazer uma consulta no site www.tre-sc.jus.br ou ligar gratuitamente para o telefone 0800-647-3760. Pessoas com mais de 70 anos e analfabetos são liberados da obrigatoriedade do voto. O mesmo ocorre com jovens entre 16 e 18 anos. Se estiver ausente, o eleitor pode justificar em qualquer sessão, mas precisa saber seu número de título para o preenchimento da guia. É possível imprimir a justificativa diretamente do site da justiça eleitoral e levar preenchido. Neste caso, fica-se livre da multa de R$ 3,50.

Denúncias até o último minuto!
Qualquer pessoa pode denunciar irregularidades de que tenha conhecimento diretamente no site do TRE-SC. A denúncia é encaminhada imediatamente ao Ministério Público Eleitoral. É importante juntar fotos, folhetos, gravações ou mensagens para inserir no processo. Em caso de compra de alguma suspeita de compra de votos, entre outras irregularidades, ainda é possível denunciar diretamente para a Polícia Militar pelo 190, que terá um sistema especial de monitoramento (Leia mais na página 15). Em 2012 a conclusão da apuração dos votos ocorreu às 20h54min.

Região ganhou 7.731 novos eleitores em 4 anos
 Na estatística das eleições municipais nos 18 municípios da abrangência da Amurel, é de Armazém o local de votação com o maior número de eleitores proporcionalmente. Na escola Monsenhor Francisco Giesberts, na região Central, votam 66,4% dos eleitores do município, o que em números reais são 4.235 de um universo de 6.378 eleitores.

O maior colégio eleitoral da Amurel é o Colégio Henrique Lage, em Imbituba, com 5908 eleitores, o que representa 17% dos 34751 votantes, e seguido de perto pelo Colégio São José, em Tubarão, com 5238 eleitores, 6,89% do total de 76.058 votos da Cidade Azul.

Na abrangência da Amurel, houve um acréscimo de 7.731 eleitores, segundo dados da Justiça Eleitoral em um intervalo de quatro anos. Eram 264.554 nas últimas eleições municipais, saltando para os atuais 275.472, mas com menor representatividade em comparação com os votantes em nível estadual. Eram 6,40% dos votos e agora os eleitores da Amurel representam 6,35%.

Segundo o cartório eleitoral, a partir de novembro, devem iniciar em Tubarão e região a biometria, uma tecnologia adotada para dar ainda mais segurança à identificação do eleitor. Este ano 1.372.234 eleitores catarinenses votam pelo novo sistema, sendo que 19 cidades já implantaram a mudança por completo e outros 9 municípios escolhem prefeitos e vereadores pelo sistema misto.