O analista de sistemas Israel controla seus gastos há um ano com ajuda de um programa de computador gratuito desenvolvido por ele, acessado pela internet (http://www.jahsoft.com.br/)
O analista de sistemas Israel controla seus gastos há um ano com ajuda de um programa de computador gratuito desenvolvido por ele, acessado pela internet (http://www.jahsoft.com.br/)

 

Karen Novochadlo
Tubarão
 
Janeiro é uma excelente época para abandonar velhos hábitos e adotar novas práticas. Uma delas refere-se ao orçamento doméstico. Ao controlar os gastos, é possível terminar 2011 com um bom dinheiro na poupança ou sem as dívidas contraídas no ano passado. 
 
A vice-presidenta da Associação das Donas de Casa e Consumidores (Adocon), Reneuza Marinho Borba, ensina uma forma de realizar economia: repassar para o papel ou computador todas as rendas e despesas diárias. “Você deve anotar seus gastos fixos como, por exemplo o aluguel, e os variáveis, como a conta de um restaurante, e também as suas rendas”, orienta. 
 
Mensalmente, deve ser feita a subtração da renda pelas despesas. Com o resultado do primeiro mês, é possível descobrir quais são os gastos supérfluos que podem ser cortados. 
 
O analista de sistema Israel Bem Guilherme Fonseca, 21 anos, faz este cálculo diariamente. Ele até desenvolveu, com um colega, um sistema acessado via internet para facilitar essa prática. “Quando você faz o controle, percebe alguns gastos que são desnecessários”, explica.
Israel criou marcadores para indicar quanto gasta com cada coisa. Por exemplo, ele consegue saber quanto consome de combustível por mês e por ano. “Posso economizar para deixar excedente para os meses que estou sem dinheiro”, avalia.
 
A versão teste do programa ele disponibilizou para colegas e amigos. Mas, se você não é chegado em modernidades, basta uma caneta e um papel para fazer o relatório.
 
Dim-dim no bolso  l  dicas para economizar
♦ Anote todas as compras que você deve realizar no mês. Não compre mais de um determinado item da sua lista porque está em promoção. Isto não é economia.
♦ Reflita antes de realizar qualquer comprar para verificar se o produto é realmente necessário.
♦ Não faça uma compra só porque está em promoção. 
♦ Economize na energia elétrica, telefone e água. Alguns reais a menos na sua conta mensal somam uma boa quantia no fim do ano. 
♦ Contrate serviços que você realmente utilize. Se você não frequenta um clube, não tem por que arcar com a mensalidade. 
♦ Peça descontos nas compras. Algumas lojas estão dispostas a dar descontos, mas os clientes precisam pedir. 
♦ Pague sempre à vista. Mas, caso pague no crediário, controle as parcelas para não pagar juros.