Zahyra Mattar
Tubarão

Os servidores da segurança pública de Criciúma cruzam os braços em protesto hoje, frente à falta de negociação com o governo do estado a reivindicações salariais da categoria. Os agentes prisionais do Presídio Santa Augusta e da Penitenciária Sul irão reunir-se com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual de Santa Catarina (Sintespe) para deliberar sobre a campanha salarial.

Os agentes prisionais, monitores e pessoal do setor administrativo do sistema prisional catarinense estão em estado de greve desde o último dia 14. “Decidimos que vamos costurar o movimento com reuniões até o fim deste mês. O intuito é organizar e fortalecer a luta. Em Tubarão, deveremos nos reunir com os agentes na próxima semana”, avisa o presidente do Sintespe, Mario Antonio Silva.
Ele antecipa ainda que os servidores estão mobilizados para iniciar uma greve caso a categoria não obtenha uma resposta do governo sobre a campanha salarial até o dia 4 do próximo mês.