Amanda Menger
Tubarão

A próxima segunda-feira é muito aguardada para cerca de 300 pessoas. E a expectativa não poderia ser menor. Ontem, a prefeitura de Tubarão revogou o decreto que suspendia temporariamente a contração dos aprovados no concurso público para a área da saúde.

“Estamos muito ansiosos, mas satisfeitos. A prefeitura aceitou as recomendações feitas pelo Ministério Público e revogou o decreto. Vamos assumir os cargos na próxima segunda-feira, às 7 horas, e já começamos a trabalhar no mesmo dia”, comemora uma das agentes de saúde aprovadas no concurso da prefeitura, Fátima de Bona Campos.

Entre as recomendações feitas pelo MP, está a admissão dos aprovados no concurso e a exoneração das agentes que não passaram no concurso. “Destes 300 que irão assumir, 97 já estão no cargo e continuarão a exercê-lo porque passaram no concurso”, explica o secretário de administração da prefeitura de Tubarão, Tarcísio Hemkemeier.

Outra recomendação é que as investigações das denúncias de fraude continuem a ser investigadas. “Temos 25 denúncias de pessoas que fizeram o concurso dizendo que eram de um bairro e, na verdade, moram em outro, o que é proibido por lei. Algumas já foram apuradas e vamos encaminhá-las ao Ministério Público, que fará os procedimentos”, esclarece Tarcísio.

Além de começar a trabalhar segunda-feira, os agentes comunitários de saúde também farão o curso de capacitação. “Faremos o curso de forma paralela, em um dos turnos, provavelmente à tarde ou à noite. Ainda estamos verificando qual o melhor horário”, adianta Tarcísio.

De acordo com o secretário de administração, o concurso foi realizado em cumprimento a um termo de ajuste de conduta com o Ministério Público. “Isso vai evitar que a cada fim de ano tenhamos que demitir os temporários e depois recontratá-los, e deixar os programas de saúde inativos por algum tempo”, argumenta.