A Prainha do Farol de Santa Marta é indicada como imprópria na maioria dos relatórios da Fatma -  Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul
A Prainha do Farol de Santa Marta é indicada como imprópria na maioria dos relatórios da Fatma - Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul

Letícia Matos
Laguna

Com a proximidade da temporada de verão, surge um número preocupante: 75 pontos estão impróprios para banho em Santa Catarina – 200 são avaliados. O mais recente relatório de balneabilidade foi divulgado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) nesta sexta-feira.

Na região sul, aparecem três locais impróprios. Em Laguna, na Prainha do Farol de Santa Marta, um ponto logo na entrada está no relatório de forma negativa, e na Lagoa da Cabeçuda, em frente ao Km 313 da BR-101. 

Em Jaguaruna, no Canal do Camacho, próximo à ponte, a bandeira está vermelha para os banhistas. As atenções, agora, são redobradas, especialmente no período de veraneio, época em que as praias recebem um número grande de turistas e a falta de estrutura adequada ainda é visível. Em Garopaba e Imbituba, todos os pontos estão positivos. 

O local é impróprio para banho quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas cinco semanas anteriores, no mesmo local, for superior a 800 Escherichia coli (coliformes fecais) por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

Este é o primeiro mapa completo da Fatma para a temporada 2015/2016. Os próximos relatórios serão realizados semanalmente.