Diversas classes de trabalhadores acompanharam a votação.
Diversas classes de trabalhadores acompanharam a votação.

Tubarão

A assembleia legislativa aprovou ontem, por unanimidade, o reajuste de 7% do salário mínimo regional. Agora, o valor passará de R$ 630,00 para R$ 730,00 conforme enquadramento das diversas categorias de trabalhadores (veja na tabela ao lado). O novo salário será retroativo a janeiro deste ano.

O projeto foi o resultado de um acordo entre sindicatos, empresários e o governo. Com este reajuste, Santa Catarina figura como o segundo estado com maior valor inicial de salário mínimo do país.

Em índices percentuais, o salário catarinense representa uma faixa entre 15% a 33% a mais do que o mínimo nacional. O aumento afetará aproximadamente 518 mil pessoas.

Confira o seu aumento salarial

Faixa 1 – Valor atual de R$ 587 passará para R$ 630
• Trabalhadores da agricultura e da pecuária;
• Das indústrias extrativas e de beneficiamento;
• De empresas de pesca e aquicultura;
• Empregados domésticos;
• De turismo e hospitalidade;
• Das indústrias da construção civil;
• Das indústrias de instrumentos musicais e brinquedos;
• De estabelecimentos hípicos;
• Motociclistas, motoboys e do transporte em geral (exceto os motoristas).

Faixa 2 – Valor atual de R$ 616 passará para R$ 660
• Trabalhadores das indústrias do vestuário e calçado;
• Das indústrias de fiação e tecelagem;
• Das indústrias de artefatos de couro;
• Das indústrias do papel, papelão e cortiça;
• De empresas distribuidoras e vendedoras de jornais e revistas e empregados em bancas, vendedores ambulantes de jornais e revistas;
• Empregados da administração de jornais e revistas;
• Empregados em estabelecimentos de serviços de saúde;
• Empregados em empresas de comunicações e telemarketing;
• Das indústrias do mobiliário.

Faixa 3 – Valor atual de R$ 647 passará para R$ 695
• Trabalhadores das indústrias químicas e farmacêuticas;
• Das indústrias cinematográficas;
• Das indústrias da alimentação;
• Empregados no comércio em geral;
• Empregados de agentes autônomos do comércio.

Faixa 4 – Valor atual de R$ 679 passará para R$ 730
• Trabalhadores das indústrias metalúrgicas, mecânicas e de material elétrico;
• Das indústrias gráficas;
• Das indústrias de vidros, cristais, espelhos, cerâmica de louça e porcelana;
• Das indústrias de artefatos de borracha;
• De empresas de seguros privados e capitalização e de agentes autônomos de seguros privados e de crédito;
• De edifícios e condomínios residenciais, comerciais e similares;
• Das indústrias de joalheria e lapidação de pedras preciosas;
• Auxiliares em administração escolar;
• Empregados em estabelecimento de cultura;
• Empregados em processamento de dados;
• Empregados motoristas do transporte em geral.

Fonte: Assembleia legislativa.