Tatiana Dornelles
Tubarão

Mesmo com os baixos índices de criminalidade na Amurel, ainda assim é necessário investir em segurança para garantir uma melhor qualidade de vida à população. Por isso, a secretaria de estado da segurança pública e defesa do cidadão tem algumas prioridades para a região, cuja intenção é colocá-las em prática, se possível, ainda este ano. Novos prédios, aumento do efetivo das polícias, criação de pelotão e aquisição de mais viaturas são algumas metas apontadas.

Entretanto, a que lidera a lista é a construção do novo Presídio Regional de Tubarão. “Esta é a nossa prioridade número um. O atual presídio não está mais com condições de abrigar presos e queremos ver o desenrolar dessa história logo”, afirma o assessor do secretário Ronaldo Benedet, Wilson da Silva.

Dois terrenos foram escolhidos na última semana e os valores definidos. O secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, César Damiani, levará as propostas hoje a Benedet, para que sejam avaliadas.
Entre as outras prioridades, está a criação do pelotão da Polícia Militar em Armazém e as construções de algumas sedes próprias.

“Queremos construir o prédio da companhia da PM e o do Detran, ambos em Braço do Norte. Além disso, é nossa intenção ampliar o número de viaturas em toda a região para garantir mais segurança aos moradores das cidades”, ressalta.

Atualmente, a Polícia Militar na região conta com cerca de 500 funcionários. Já a Civil tem aproximadamente 120 policiais. O aumento do efetivo também está na lista da secretaria. “Em São Ludgero, Grão-Pará e Braço do Norte, queremos colocar mais policiais civis e militares; em Rio Fortuna, na PM. É uma necessidade para a região o aumento do efetivo nas duas polícias”, conta Wilson.