A partir de agora, Pepê Collaço pretende gastar a sola do sapato e trabalhar na campanha.
A partir de agora, Pepê Collaço pretende gastar a sola do sapato e trabalhar na campanha.

Angelica Brunatto
Tubarão

Com o foco nos pensamentos de juventude e de renovação política, o PSD de Tubarão lançou a pré-candidatura de Pepê Collaço a prefeito. O lançamento, que reuniu diversas lideranças municipais e regionais, ocorreu na noite de ontem. Agora, a busca é por novos partidos para compor a coligação. “Espero que o nosso vice saia de uma sigla que tenha os mesmos ideais que a gente, que trabalhe em um mesmo projeto”, destaca Pepê.
Em seu discurso, o atual vice-prefeito frisou a instalação das multinacionais em Tubarão. “Precisamos trabalhar com a infraestrutura e desenvolver a economia. Não quero que os jovens saiam mais de Tubarão para trabalhar, quero que eles fiquem aqui”, propõe Pepê.

Outro ponto bastante abordado pelo pré-candidato do PSD à majoritária foi o apoio que o governo do estado tem oferecido à cidade. “A Arena Multiuso e a Unidade de Pronto Atendimento só são construídas porque possuem verba do governo do estado. Quero continuar a ter esse apoio e aproveitar a ajuda do governador, que quer ver o sul catarinense crescer”, salienta.
O que todas as lideranças do PSD afirmam é que o partido quer ser uma nova forma de governar. “O partido tem seis meses de existência, e mudança é fundamental, temos condições de mudar”, declara o presidente do diretório em Tubarão, Eduardo Silvério Nunes.

Este é o ano de estreia do partido em eleições. “A gente percebe a animação de muita gente. Nossa meta era sair com 170 pré-candidatos às prefeituras no estado. Nossa expectativa foi superada, e já temos 180”, revela o deputado estadual José Nei Ascari.