Coletiva encabeçada pelo prefeito eleito Joares Ponticelli serviu para definir os próximos passos pós-pleito  -  Fotos: Priscila Loch/Notisul
Coletiva encabeçada pelo prefeito eleito Joares Ponticelli serviu para definir os próximos passos pós-pleito - Fotos: Priscila Loch/Notisul

Rafael Andrade
Tubarão

Um encontro entre o prefeito eleito em Tubarão, Joares Ponticelli (PP), e sua equipe de transição, foi marcado, ontem, com o prefeito Olavio Falchetti (PT), no paço. Será na próxima segunda-feira. O foco é iniciar o período de transição de cargo. Muitos assuntos estarão em debate, principalmente a abertura a alguns projetos.

A coligação Novo Experiência Trabalho, composta por PP, PSD, PSB, PPS, DEM, PRB e PC do B, teve o progressista como candidato a prefeito e o pessedista Caio Tokarski como vice. Aos 51 anos, Joares Ponticelli é professor, foi vereador, deputado estadual por quatro mandatos, presidente da Assembleia Legislativa e concorreu ao cargo de vice-governador na última eleição, em 2014. Caio, 37, é advogado, vereador da atual legislatura e foi secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR).

Joares destaca que o seu plano de governabilidade terá cinco macropilares: Ousadia, mas exequível; Criatividade; Sustentabilidade; Transparência; e Inovação. “Englobado aí podemos destacar as ações das ampliações de parcerias público-privadas (PPPs). Daremos espaço de participação às entidades e classes que já atuam no desenvolvimento de Tubarão, como o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Empresarial (Acit), entre tantas outras que prestam um serviço exemplar e podem, neste momento da política e da economia que o Brasil atravessa, principalmente os órgãos públicos, ajudar e muito”, projeta. Este plano de governo foi concluído no dia 31 de julho, e registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

"Em duas oportunidades liguei para o candidato concorrente (Carlos Stüpp) para manifestar minha solidariedade devido ao estado de saúde do seu Martinho Stüpp (que faleceu ontem). Ele já vinha enfrentando problemas de saúde com agravo no quadro nos últimos dias. Quero iniciar a minha fala agradecendo a todos, já que formamos um time nesta campanha, e não só um partido. Tudo começou na noite da Nossa Senhora de Fátima, 13 de maio, quando iniciamos uma reunião às 18 horas e terminamos por volta das 23h55min, quando o Deka May – que era pré-candidato à majoritária – me convidou para encarar mais este projeto político. Pedi, inicialmente, dez dias para pensar, depois uma rápida prorrogação de prazo, pois mantinha uma posição que me dava bastante visibilidade na Assembleia Legislativa. Tinha a intenção de concorrer a deputado. Enfim, depois do convite para disputar uma vaga à prefeitura de Tubarão, conversei com muitas pessoas. Dia 20 de junho, talvez a manhã mais fria deste ano, iniciamos a construção política. Tínhamos que formar uma coligação que nos desse sustentação. O PSD, já víamos construindo isso há quase dois anos, depois o PSB se incorporou, o PC do B, o Democratas, PRB, e aí veio a conversa com o PPS, que foi o último que fechou nesta participação, já tinha uma ideia de disputa a prefeito, inclusive com plano de governo, com o candidato Paulo Garcia, que declinou e concorreu à proporcional, então fechou conosco e sentimos que a partir daí tínhamos um conjunto, uma força política para ganhar as eleições. Formamos um incrível grupo de 69 candidatos a vereador. Todos foram importantes para este projeto ser vitorioso e um resultado tão expressivo. Trabalhamos com intenso profissionalismo. Fui o chefe da seis campanhas vitoriosas que participei, uma para vereador em Tubarão, quatro para deputados, e esta. A eleição que não comandei, quando concorri como postulante a vice-governador do Estado (o candidato cabeça de chave era Paulo Bauer (PSDB) não vencemos.

Saímos com só um dígito (nas pesquisas) no começo desta campanha, e sabíamos que seria difícil virar, mas havia grandes chances. A vitória era eminente, pois a campanha foi minuciosamente projetada. Até a grande carreata foi especialmente organizada. A equipe das redes sociais está de parabéns! Na última semana, nosso eleitor virou um cabo eleitoral do 11. As pessoas foram buscar, principalmente no grande contingente dos indecisos. Resultou em uma avalanche do 11 nas urnas. Nossa coligação fez nove dos dez candidatos a vereador mais votados. Ainda estamos em processo de comemoração. Nossa eleição acabou repercutindo muito em nível estadual. Até aqui, é a maior prefeitura em Santa Catarina do PP, já que a Ângela (Amin) ainda disputa em Florianópolis. Muita gente ainda me questiona se em 2018 sairei a deputado. A resposta é não. Nesta sexta-feira, iremos nos encontrar com os 69 candidatos à vereança. E a reunião de transição já está marcada com o prefeito Olavio Falchetti, que nos receberá na próxima segunda-feira, quando serão deflagrados e detalhados os processos em andamentos. Quero, aqui, citar a receptividade do prefeito e elogiar a forma que ele me tratou, também o vice-prefeito, dr. Akilson. Há uma lança apontada sobre a cabeça do nosso município, há possibilidade de execução por parte de um banco, que é detentor da maioria dos créditos – de Imposto Sobre Serviços (ISS) dos bancos. Estamos falando de cerca de R$ 50 milhões, que resulta em cerca da metade da receita líquida. Portanto, é preciso nos preparar para 1º de janeiro o quanto antes.

Precisamos fazer um esforço – todos os partidos – que tenhamos uma maior visibilidade na Câmara para as mulheres, lamento imensamente que não foi eleita nenhuma nesta legislatura.

Tenho intensa gratidão da cidade que me acolheu há quase 30 anos. Construí toda a minha trajetória pessoal, profissional, política aqui. É o cargo mais honroso que qualquer político pode ter na vida, de ser prefeito da cidade que ama. Quero também lembrar José Santos Nunes (em memória), que foi quem me deu muitas oportunidades no começo da minha jornada".
Joares Ponticelli (PP), eleito prefeito de Tubarão para o mandato 2017/2020

"Fazer política é bom, e fazer isso com quem você se identifica é melhor ainda! Caminhar ao lado do Joares foi uma grande satisfação. Sinto-me muito honrado pela oportunidade que recebi. Não posso deixar de lembrar o apoio do Ângelo Zabot, o Com, que não pôde estar conosco, mas sempre manteve-se presente de um jeito ou outro. Também não posso esquecer da minha esposa, que foi mãe e pai neste período de campanha devido à correria dos últimos dias. Quero agradecer a cada candidato a vereador, que foram as nossas pernas em todos os cantos da cidade. Havia harmonia, convicção e amor da equipe que participou desta caminhada. Também tenho que mencionar a imprensa tubaronense, que levou com maestria todas as informações durante a campanha. À justiça eleitoral, que agiu de uma maneira completamente profissional, e conseguiu organizar uma excelente eleição com tantos candidatos. E, por fim, quero agradecer a população de Tubarão, e retornar todos os votos que recebemos. É um plano de governo realizável e exequível. A partir de 1º de janeiro inicia-se uma gestão para todos os tubaronenses. Também quero agradecer, e muito, meu líder regional de partido, o conselheiro e amigo José Nei Ascar".
Caio Tokarski (PSD), eleito vice-prefeito de Tubarão para o mandato 2017/2020


Vice-prefeito eleito, Caio Tokarski, e o prefeito eleito no domingo, Joares Ponticelli, concederam entrevista coletiva na manhã de ontem