Dilma Rousseff teve uma recepção bastante calorosa no Porto Pesqueiro de Laguna, ontem à tarde, durante a assinatura da ordem de serviço da ponte Anita Garibaldi. Foi a primeira vez que a presidenta da república visitou a região
Dilma Rousseff teve uma recepção bastante calorosa no Porto Pesqueiro de Laguna, ontem à tarde, durante a assinatura da ordem de serviço da ponte Anita Garibaldi. Foi a primeira vez que a presidenta da república visitou a região

Priscila Loch
Laguna

 
A ponte Anita Garibaldi, em Cabeçuda, Laguna, já tem autorização para começar a ser construída. A assinatura da ordem de serviço, ontem, pela presidenta Dilma Rousseff, trouxe esperança quanto às soluções definitivas para acabar com os gargalos da BR-101 sul. Inclusive, com estimativa de conclusão da travessia até 2014 e promessa de esforço máximo para cumprimento de todos os prazos.
 
“Hoje (ontem), para mim, é um dia muito especial. Santa Catarina é muito importante para o Brasil e tem o compromisso de continuar crescendo, gerando emprego e renda. E essa ponte é um passo para o desenvolvimento”, declarou Dilma.
Entretanto, a pressão precisa continuar, para que as metas sejam realmente alcançadas no mais curto espaço de tempo possível. Afinal, a duplicação da rodovia deveria ter sido concluída há mais de dois anos, e não está em “processo evoluído”, como citou o ministro dos transportes, Paulo Sérgio Passos, durante a passagem da comitiva presidencial pelo Porto Pesqueiro.
 
A construção da ponte estaiada propriamente dita, que deve ser a terceira maior do Brasil, somente deve começar em novembro ou dezembro. Explica-se: antes, é preciso fazer a dragagem da Lagoa de Santo Antônio dos Anjos e montar o canteiro de obras, o que deve levar pelo menos cinco meses.
 
Além disso, para concluir completamente a duplicação, ainda existem outras duas obras imprescindíveis: os túneis dos morros do Cavalos e do Formigão. O primeiro, em Palhoça, foi garantido pela presidenta ontem. Já o segundo, em Tubarão, nem chegou a ser citado por Dilma, mas deve ter o edital de licitação relançado em até três meses.
 
Pendências com o TCU não existem
Possíveis pendências com o Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a nova ponte sobre o Canal de Laranjeiras, em Laguna, foram descartadas pelo ministro dos transportes, Paulo Sérgio Passos. “Temos uma relação aberta, franca com o tribunal. Não faremos nada que não esteja correto. Queremos que os responsáveis pela obra trabalhem para valer, em um ritmo acelerado”, salientou o ministro.
O governador Raimundo Colombo agradeceu à presidenta Dilma Rousseff pelo empenho em buscar uma solução definitiva para a ponte de Cabeçudas. Isso porque as planilhas de preço da obra tiveram que ser refeitas, a pedido do Tribunal de Contas, o que atrasou em mais de um ano a assinatura da ordem de serviço.
“Estou orgulhoso de ser brasileiro, de ser catarinense. Estamos dando passos fundamentais para assegurar o crescimento de Santa Catarina. E tudo que precisa está ocorrendo neste sentido”, comemorou o governador.
 
Homenagens a Anita
O maior ícone da história de Laguna foi bastante lembrada, ontem, durante a visita da presidenta Dilma Rousseff à cidade. “Na terra de Anita, uma outra mulher vem para fazer história”, elogiou o governador Raimundo Colombo, em referência a Dilma.
A própria presidenta fez questão de enaltecer o nome da Heroína dos Dois Mundos. “Assumo, com todos os catarinenses, o compromisso de dar a essa ponte (de Cabeçuda) o nome de uma heroína, que honra muito nós, brasileiras. Nada mais justo que esta nova ponte tenha o nome de Anita”, destacou ela.
O prefeito Célio Antônio, inclusive, abriu o seu discurso enaltecendo a trajetória da lagunense que fez história também na Itália. “Em 1939, tínhamos aqui uma jovem idealista que participou da luta pela república em Laguna. Estamos em outro momento, o governo acelerou o crescimento e a ponte Anita Garibaldi desbravará o desenvolvimento do sul do estado”, comemorou o prefeito.
 
Reforma da Ponte Cavalcante
Como parte do projeto de duplicação da BR-101, uma nova travessia foi construída ao lado da ponte Cavalcante, em Tubarão, e passou a escoar o tráfego no sentido sul. Mas a antiga estrutura está precária e precisa de uma boa reforma.
A restauração, conforme o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit) em Santa Catarina, João José dos Santos, não deve sair antes do início da construção do túnel no Morro do Formigão. As obras podem ser feitas paralelamente, mas ainda não há valor ou projeto para os trabalhos na ponte.

Confira como será a consturção da Ponte Anita Garibaldi, em Laguna.