Imbituba

Enquanto o terminal de contêineres segue em obras, o Porto de Imbituba aposta na diversificação de carregamentos e especializa-se nas operações de carga geral para se fixar como alternativa logística para o sul do país. Prova disso é o balanço trimestral de movimentação e a previsão de navios e cargas para este mês.

Para esta semana, por exemplo, três atracações com cargas estão confirmadas. E pelo mesmo terminal serão exportados, à Índia, quatro geradores de 31,5 mil toneladas cada. O carregamento é previsto para esta sexta-feira.

Entre a segunda quinzena deste mês e a primeira do próximo, a Santos Brasil Logística irá operar em Imbituba outros quatro navios com carregamentos destinadas aos parques eólicos de Bom Jardim da Serra, no estado, e Tramandaí, no Rio Grande do Sul.

A estimativa é que este tipo de carga continue a utilizar o sul catarinense como porto de entrada no país até abril de 2011, o que torna o terminal de carga geral referência neste tipo de operação.

“O ano de 2010 é mais um marco para nós. Alcançamos a melhor média mensal (166.656 toneladas) dos últimos 20 anos, superada em setembro, quando movimentamos cerca de 236.868 toneladas. É por motivos como estes que o Porto de Imbituba é alvo de investimentos recentes da iniciativa privada e está entre as prioridades às obras de dragagem de aprofundamento previstas na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2)”, comemora o administrador do Porto, Jeziel Pamato de Souza.