Nova ponte pode custar entre R$ 300 mil e R$ 350 mil   -  Foto:Kalil de Oliveira/Notisul
Nova ponte pode custar entre R$ 300 mil e R$ 350 mil - Foto:Kalil de Oliveira/Notisul

Tubarão

A avaliação da tradicional ponte pênsil sobre o rio Tubarão, em frente à Unisul, não foi nada animadora. De acordo com o secretário de infraestrutura da prefeitura, Nivaldo Tonelli, somente a parte de concreto será aproveitada. 

“Vamos reconstruir igual fizemos no KM 60. Este custo consta da relação das obras de recuperação da cidade e pode ficar entre R$ 300 mil e R$ 350 mil, dependendo do projeto”, antecipa.

Esta será a segunda reconstrução da ponte. Inaugurada em 1965, a estrutura foi destruída a primeira vez pela enchente de 1974. Há pouco mais de um ano, a prefeitura também havia concluído uma reforma. 

400 caminhões
Por enquanto, a prioridade, porém, é com o recolhimento dos galhos e árvores que obstruem as ruas e calçadas. Até a tarde de ontem, 400 caminhões de entulho foram recolhidos e as principais vias já estão livres. 

Para um depósito provisório do entulho, a secretaria dispõe de quatro terrenos nos bairros São João, Vila Esperança, Santo Antônio de Pádua e Passagem. As equipes atuam com apoio de 30 soldados de dois pelotões do Exército Brasileiro.

Nivaldo faz, ainda, um apelo para que não se coloque entulho nas calçadas ou nas ruas. É preciso aguardar que, nos próximos dias, haverá um local para colocar esses materiais particulares. “A cidade já está com um aspecto diferente. Vai acontecer gradativamente”, explica.