Laguna

A prefeitura de Laguna já está de olho no Imposto Sobre Serviço (ISS) que a construção da ponte estaiada sobre o canal de Laranjeiras, na comunidade de Cabeçudas, irá gerar para o município. É calculado um recolhimento de R$ 25 milhões. “O objetivo é investir tudo em educação, saúde e estradas”, planeja o gestor Célio Antônio (PT).

E a magnitude do projeto desperta a atenção da população. Todos querem saber detalhes de como será desenvolvido o projeto, quem o mais bonito de toda a duplicação do trecho sul da BR-101 em Santa Catarina.

Alheios às questões financeiras, os alunos da escola municipal Chiquinha Gomes de Carvalho, na localidade do Bananal, são os mais curiosos. Do pátio, as crianças poderão visualizar todos os 2.815 metros da obra. “Acho que vai ficar bonito, mas será que vão quebrar o outra?”, pergunta o pequeno Nicolas Florentino, de apenas 8 anos. Seu hobby agora é olhar para o espaço ainda vazio em meio à Lagoa Santo Antônio dos Anjos.

A curiosidade é tanta que os professores farão uma atividade voltada à obra. Eles planejam apresentar e discutir com as crianças o que será modificado na rotina da comunidade depois que ficar pronta a “ponte grandona e bonita”, como define Nicolas.

Os editais de licitação da ponte e do túnel do Morro do formigão, em Tubarão, serão lançados hoje de manhã, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Criciúma. Na mesma cerimônia, ele irá liberar os primeiros quatro lotes de pistas duplicados e ainda assinará a ordem de serviço para as obras remanescentes do lote 29, entre Araranguá e Sombrio, e o elevado de Araranguá.