Após algumas tentativas, prefeitura de Tubarão retirou a placa no canteiro central da avenida Marcolino Martins Cabral
Após algumas tentativas, prefeitura de Tubarão retirou a placa no canteiro central da avenida Marcolino Martins Cabral

 

Angelica Brunatto 
Tubarão
 
Após algumas tentativas, a placa de publicidade localizada em frente ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, foi retirada. O serviço, realizado pela prefeitura de Tubarão, ocorreu na tarde de sábado. O luminoso estava localizado no canteiro central da avenida Marcolino Martins Cabral. 
 
A ação contou com a participação de 15 pessoas, entre guardas municipais e operários. Para a retirada da placa, foi usado um caminhão muck e também uma retroescavadeira. 
 
Conforme o diretor de fiscalização de obras e posturas da prefeitura, Ismael Medeiros, a ação ocorreu de forma tranquila. “Nosso maior transtorno foi o fechamento da avenida nas proximidades do hospital”, revela. O trânsito foi interrompido das 14 às 17h30min. 
 
O luminoso foi levado para o depósito da prefeitura. Este trabalho estava marcado para ocorrer na noite da última segunda-feira, mas não pôde ser realizado, pois os servidores descobriram que a placa era soldada. 
 
Uma notificação havia sido expedida ao proprietário. Ele tinha até o dia 13 de fevereiro para regularizar a situação. “Este é um tipo de ação extrema, que só é feita quando não há o apoio dos proprietários”, explica Ismael. Além de estar irregular em espaço público, a justificativa é que a placa atrapalha o trânsito, pois chama mais atenção que o semáforo.  
 
Várias ações já ocorreram
Desde o ano passado, uma equipe da prefeitura de Tubarão trabalha para regularizar a situação das placas de publicidade espalhadas pelo município. A ação começou após a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público.
Várias ações já foram realizadas para diminuir a poluição visual na cidade. Conforme o TAC, devem ser retirados outdoors, painéis, cartazes, faixas, tabuletas, letreiros, emblemas, placas, entre outros veículos publicitários de comunicação presentes na paisagem urbana e que não possuem autorização.