Andréa Raupp Alves
Tubarão

A artista plástica e empresária Yolanda Costa Zappelini (foto) morreu ontem, às 13 horas, vítima de um acidente de carro, na rodovia SC-438. Ela retornava de Braço do Norte e a colisão ocorreu a poucos metros da sua casa, em Termas do Gravatal. Yolanda morreu aos 83 anos – completaria 84 no dia 9 de março.

Para o hoteleiro Ari Zappelini, seu filho, a sua risada contagiante fica na lembrança. “Ela gostava muito de reunir os cinco filhos, 11 netos e quatro bisnetos nos tradicionais almoços de domingo. Era a mãezona que sempre estava de bom humor”, lembra. Apaixonada por música, Yolanda também tocava piano e cantava, além de pintar quadros.

A família Zappelini atua no ramo hoteleiro há mais de 40 anos. O primeiro foi o Hotel Termas. Em seguida, vieram o do Lago, Petit Village e o Internacional. Ela assumiu parte do Hotel Cabanas, após a morte do marido, Hercílio Zappelini, há 22 anos. O enterro de Yolanda Zappelini será hoje, no cemitério municipal de Tubarão, às 10 horas. Antes, às 9 horas, ocorre missa de corpo presente, na Capela Santo Antônio, em Termas do Gravatal.