Tubarão

Como primeira decisão desde que assumiu como administrador da Diocese de Tubarão, o Padre Sérgio Jeremias de Souza determinou a transferência para outras paróquias ou mudança de função de seis padres.
De acordo com o Padre Sérgio, as transferências já estavam planejadas há algum tempo e o processo começou quando o arcebispo da arquidiocese de Florianópolis, Dom Wilson Tadeu Jönck, ainda era bispo em Tubarão. “Todas estas mudanças foram feitas de comum acordo. Alguns padres pedem para ir a outros locais que ainda não trabalharam”, explica Padre Sérgio. Os trabalhos começarão em fevereiro do próximo ano.

O Padre Antonio Rech, que hoje ocupa o cargo de pároco na Paróquia São Marcos, em Rio Fortuna, será o administrador paroquial em São Pedro Apóstolo, em Cabeçuda, Laguna. O Padre Valdir Claudino Ribeiro, que hoje atende em Cabeçuda, ocupará o lugar de Rech.

O Padre Rogério Ramos sairá da Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Jaguaruna, para ocupar o cargo de Vigário Paroquial da Paróquia São José Operário, no bairro de Oficinas, Tubarão. O Padre Bantu Mendonça Kachipwi Sayla será vigário paroquial da Paróquia São Francisco de Assis, em Monte Castelo.

O Padre Nilo Buss continuará como chanceler da cúria e administrador da Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Jaguaruna. E passará a morar no município. Ele deixará o cargo de vigário geral.
Já o Padre Pedro Debiasi acumulará mais uma função: auxiliará na administração da Casa de Encontros Dom Anselmo (CEDA). Hoje, ele é reitor do seminário Nossa Senhora de Fátima.