O reitor do Ifsc de Florianópolis, Jesué Graciliano, o diretor do campus de Araranguá, Andrei Cavalheiro, o secretário de educação profissionalizante e tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco e o deputado federal Jorge Boeira falaram sobre o ensino no sul.
O reitor do Ifsc de Florianópolis, Jesué Graciliano, o diretor do campus de Araranguá, Andrei Cavalheiro, o secretário de educação profissionalizante e tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco e o deputado federal Jorge Boeira falaram sobre o ensino no sul.

Tubarão

O ensino profissionalizante no sul catarinense será ampliado em breve. As obras para a implantação do campus do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) em Tubarão começam no próximo ano.
O deputado federal Jorge Boeira conseguiu a garantia da liberação da verba junto ao Ministério da Educação (MEC). Para Tubarão, o investimento inicial será de R$ 7 milhões.

Quando começar a operar, o espaço terá capacidade para atender, inicialmente, 400 alunos e, em cinco anos, a intenção é ampliar para 1,2 mil. A nova unidade será construída perto do Farol Shopping, em um terreno doado pela prefeitura.
O Ifsc já solicitou uma pesquisa de demanda para definir quais os cursos serão disponibilizados. Audiências públicas serão realizadas e a partir destes encontros é que o projeto poderá ser implantado.

“Isto nos dirá quais os laboratórios são necessários. Somente depois disso, será lançada a licitação. Acredito que até o começo do segundo semestre (do próximo ano), as obras comecem efetivamente”, antecipa o reitor do Ifsc de Florianópolis, Jesué Graciliano.
Além de Tubarão, Boeira também garantiu a verba para a ampliação do campus do Ifsc em Araranguá. Serão R$ 5 milhões para a construção de mais dois prédios e uma quadra coberta. Com isso, cerca de 1,2 mil alunos serão atendidos no local.