São Ludgero

A construção da segunda ponte da SC-438 na região central de São Ludgero exigirá um fluxo maior de caminhões pesados, informou ontem a prefeitura. Por meio de nota, a administração municipal pediu a compreensão da população, principalmente para os transtornos.

Desde o início dos trabalhos, em julho, a obra sobre o rio Braço do Norte, muito aguardada pela comunidade, chega a uma nova etapa. Caminhões carregados de argila deixarão o tráfego ainda mais lento, exigindo atenção do motorista.

Com uma única ponte, quem tenta atravessar pela região central de São Lugero em horário de pico precisa ter paciência. Não é incomum a formação de filas por volta do meio-dia e às 18 horas.

A obra, que custa R$ 3 milhões, tem previsão de ficar pronta ainda este mês. O contrato estabelece o dia 23 como limite dos trabalhos no local.