Amanda Menger
Tubarão

A construção do Presídio Regional de Tubarão pode finalmente começar a sair do papel. Isso porque os técnicos da secretaria estadual de segurança pública e defesa do cidadão começaram ontem a se reunir para preparar o edital de licitação da obra. A expectativa é que possa ser lançado ainda este mês.

A data ainda não foi confirmada, porque o terreno onde o presídio será construído ainda não foi desapropriado. A documentação com o pedido de expropriação será entregue hoje pelo secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, César Damiani, na secretaria estadual de administração. “Ainda não tem nada definido. Talvez amanhã (hoje), possamos ter uma idéia de data. O edital sairá pela secretaria de segurança, mas a desapropriação é pela secretaria de administração e há um processo burocrático a ser cumprido”, explica Damiani.

Segundo a assessoria de imprensa da secretaria de segurança pública, esse processo de “compra” do terreno será rápido, pois a negociação está adiantada e a documentação completa. A área que será expropriada fica no bairro Bom Pastor, próximo ao Centro de Internamento Provisório (CIP) e ao terreno pertencente ao Exército. A obra será orçada R$ 3,5 milhões e com previsão de 208 vagas. No orçamento do estado deste ano, há R$ 1 milhão reservado para o início da construção.