Tatiana Stock
Tubarão

Mais dois óbitos em decorrência da gripe A em Tubarão foram confirmado nesta sexta-feira pela secretaria estadual de saúde. Em contrapartida, foram apresentados dados que comprovam o decréscimo de casos suspeitos e a cidade prepara-se para retomar as atividades.

As duas mulheres que morreram começaram a apresentar os sintomas no dia 22 de julho. Ambas foram internadas no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). A primeira, de 26 anos, era portadora de necessidades especiais e faleceu no último dia 3. A segunda, de 33 anos, morreu quarta-feira. De acordo com a gerente da 20ª regional de saúde, Maria Lucia Gomes Matos, nove casos foram confirmados e quatro descartados em Tubarão.

“Além das três mortes confirmadas até agora, recebemos a confirmação de mais um exame positivo, uma mulher de 50 anos, também de Tubarão”, acrescenta Maria Lucia.
Nesta sexta, em entrevista coletiva, foi anunciado que as medidas adotadas para a redução da transmissão da nova gripe estão funcionando. Os números de internações por causas infecciosas respiratórias agudas diminuiu até a última terça-feira, e possivelmente na próxima terça-feira o prefeito informará se a cidade volta ou não a funcionar normalmente.

“Os números baixaram pelas ações de precaução. Espero que a população continue com os cuidados”, orienta o prefeito de Tubarão, Manoel Bertoncini (PSDB).
Nesta segunda-feira, será realizada uma reunião com os diretores das escolas para decidir se as aulas continuam paradas.