Maycon Vianna
Tubarão

A jovem Daiane Espíndola, de apenas 20 anos, de Tubarão, foi morta à queima roupa, por volta das 22h40min de ontem, com cerca de cinco tiros. O crime ocorreu praticamente no mesmo local onde ocorreu o último assassinato registrado na cidade, no dia 6 de junho, que vitimou o serralheiro Roge Moreira, 25 – ele foi atingido por aproximadamente dez tiros. A polícia suspeita que o autor dos homicídios seja o mesmo.

Segundo informações dos moradores das redondezas, a jovem estava próximo à ponte Manoel Alves dos Santos (do Morrotes), quando foi alvejada com três tiros por todo o corpo. Instantes depois, já caída, teria levado mais dois tiros.

Daiane morava com dois filhos, de 4 e 5 anos, no Morro do Becker, no bairro Fábio Silva. Ela estava desempregada.
Ainda de acordo com testemunhas que passavam pelo local na hora do assassinato, um motociclista de capacete com viseira escura foi quem efetuou os disparos.

Junto à garota, foi encontrado um cachimbo, escondido no sutiã. Poucos minutos depois, a irmã da vítima chegou a local do crime desesperada e encontrou o corpo jogado no chão.
A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Instituto Médico Legal (IML), além da perícia técnica, estiveram no local. A Polícia Civil abrirá inquérito para investigar o caso.