Karen Novochadlo
Tubarão

Trânsito sempre foi sinônimo de reclamações. Por isso, os setores responsáveis estão em constante observação para promover as mudanças necessárias. Em Tubarão, algumas alterações já são planejadas para 2011 com o intuito de melhorar o fluxo e evitar acidentes.
Hoje, a frota do município é de 68.429 veículos, para uma população aproximada de 98 mil habitantes. O secretário de segurança e trânsito da prefeitura, Toni Bittencourt, adianta que algumas ruas e avenidas poderão transformar-se em vias de mão única. Entre elas, as ruas Manoel Miguel Bittencourt e Jaime Aguiar de Souza, próximas ao antigo presídio, no bairro Humaitá de Cima. A primeira terá sentido em direção à avenida Patrício Lima. Enquanto a segunda pode ser mudada para o sentido contrário (em direção ao 5º batalhão da Polícia Militar, no bairro São João). Esta mudança facilitará o escoamento de veículos.
 

Outro trecho que poderá sofrer alterações é na rua Altamiro Guimarães. O trânsito entre o cruzamento da Santos Dumont (da antiga Casan) com a Osvaldo Cruz (do antigo Angeloni), no Centro, seria convertido em mão única, contornando a praça Oswaldo Pinto da Veiga. Para esta transformação ocorrer, será necessária a compra de um conjunto de semáforos. Os projetos passam ainda por estudo e necessitam de recursos para a efetivação. 
Outra medida que objetiva melhorar o tráfego no próximo ano é a continuidade das obras do anel viário. O próximo passo é ligar a avenida Pedro Zapellini à rua Aldomar Cardoso (da Socimed), o que facilitará o escoamento do trânsito pela saída norte do município, pela avenida Presidente Tancredo Neves. 

Mais sinalização
Para o próximo ano, a secretaria de segurança e trânsito planeja a modernização da sinalização de Tubarão. Alguns semáforos estão instalados há mais de 30 anos. “Queríamos ter trocado este ano, mas a questão do orçamento impediu a mudança”, garante o secretário Toni Bittencout. Em 2011, é prevista a locação de dois radares móveis e instalação de 20 lombadas eletrônicas. Sete furões acoplados aos semáforos também estão previstos. 

Transporte público

A mudança no transporte público tubaronense deve ocorrer no próximo ano. Um projeto de lei que altera a forma de concessão das empresas de ônibus já foi enviado à câmara dos vereadores. Deve entrar em pauta no próximo ano.
Caso o projeto não passe por alterações, será lançado o edital de licitação. São previstos métodos para evitar que as empresas de ônibus tenham prejuízo e cancelem linhas.
 

Com a mudança no transporte público, a prefeitura terá mais controle sobre as linhas e os horários dos ônibus. A secretária de trânsito contou com ajuda da consultoria ProFuzzy, de Lages, para a realização do projeto.
A lei vigente é de 1961 e passou por algumas mudanças em 1982. As alterações do atual modelo são aguardadas desde 2008, quando a prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público.

Na nova Área Azul, multas só poderão
ser aplicadas pela Guarda Municipal

No próximo mês, deve ser aberta a licitação do novo modelo de Área Azul. A equipe da secretaria de segurança e trânsito da prefeitura realizou uma pesquisa para definir outros pontos que devem ser aderidos ao sistema. A área deve ser estendida para outros locais, como a avenida Pedro Zapellini e a rua Altamiro Guimarães, no bairro Oficinas.
O novo modelo deve ser mais moderno e automatizado. Provavelmente, adotará parquímetros. Quanto à polêmica aplicação de multas, os funcionários da futura empresa não poderão autuar os motoristas. Este papel caberá à Guarda Municipal. Já existem empresas interessadas no licitação, uma delas de Goiânia.