Muitos curiosos observaram a retirada do corpo de Jailson Pereira Morais.
Muitos curiosos observaram a retirada do corpo de Jailson Pereira Morais.

Rafael Andrade
Tubarão

Na véspera do aniversário de Tubarão, o décimo homicídio na cidade foi registrado. O número, somente nestes cinco meses de 2010, já iguala o total de mortes de todo o ano passado. A média é de um assassinato a cada 14 dias.

Jailson Pereira Morais, 34 anos, natural de Grão-Pará, foi executado com um tiro do lado esquerdo do peito e morreu na hora. Ele morava em Tubarão há 20 anos.
O fato ocorreu dentro de um bar no bairro São Martinho. Várias pessoas presenciaram o crime, mas todas preferiram o silêncio. A vítima trabalhava como soldador e costumava frequentar o local.

Investigadores da Central de Polícia e da Central de Operações Policiais (COP) de Tubarão investigam o assassinato.
Algumas pessoas foram levadas à delegacia para prestar depoimentos. Um parente da vítima afirma que sabe quem matou Jailson. “Vou contar tudo para a polícia. Quero vê-lo atrás das grades”, avisa.

Suspeitos podem ser
presos a qualquer momento

Os investigadores da Polícia Civil de Tubarão trabalharam a noite toda no caso do homicídio do soldador Jailson Pereira Morais, 34 anos. Ele foi morto ontem à tarde no bairro São Martinho. As testemunhas do crime foram essenciais para repassar informações cruciais à polícia. Um suspeito já teria sido identificado e um mandado de prisão temporária deve ser expedido a qualquer momento. Após matar Jailson, o acusado teria fugido acompanhado de um comparsa, em uma moto.

Homicídios em 2010

• Cristiano da Silva Silvano, 35 anos, em 16 de janeiro, na Área Verde, bairro Passagem.
• Um homem de 33 anos foi assassinado pelo irmão, um adolescente, em 21 de janeiro, no bairro Monte Castelo.
• Um adolescente de 16 anos foi morto por um garoto de 13, em 21 de janeiro, no Morro do Bem Bom, no bairro São João-ME.
• Lourival Henrique Marques, o Loro, 37 anos, em 24 de janeiro, no bairro Passagem.
• Euclides Cardoso Júnior (dono da JF Guinchos), 37 anos, em 19 de fevereiro, às margens da BR-101, no bairro Revoredo.
• Evandro Luiz Vitorazzi Benedet, 38 anos, em 25 de fevereiro, no centro.
• Fabiano Cardoso, o Bica, 31 anos, em 5 de março, no bairro Oficinas.
• Diogene Pierre da Silva, o Dódi, 31 anos, ontem, na comunidade do Passo do Gado.
• Cláudio Virgínio Silveira, o Coquinho, 31 anos, foi morto com oito tiros no último dia 13, no Morrotes.
• Jailson Pereira Morais, 34 anos, foi morto com um tiro no peito, ontem à tarde, no bairro São Martinho.