Karen Novochadlo
Tubarão

Era esperado que o saldo de empregos em Tubarão continuasse positivo. Foi melhor que isso! O aumento foi acima da expectativa da secretaria de indústria e comércio da prefeitura. No primeiro mês do ano, foram geradas 2.233 vagas, contra 1.521 demissões.
Ao todo, o saldo de empregos foi de 712. Para o secretário de indústria e comércio, Estêner Soratto da Silva Júnior, foi o melhor resultado dos últimos cinco anos. “Acreditávamos que não teríamos um número tão grande em virtude das demissões que sempre ocorrem em janeiro”, explica.

Como o comércio sempre contrata temporariamente para o Natal, é normal que as demissões em dezembro e janeiro aumentem. Isto explica porque o saldo neste setor foi negativo: -24 vagas de trabalho.
A construção civil segue em expansão. Por causa de obras que são realizadas no município, como a Arena Multiuso, o número de empregos foi ampliado. Isto sem contar as contratações do setor privado.

A indústria de transformação também despontou, o que é bastante positivo ao município. Para cada emprego gerado nesta área, 1,6 vaga é criada nos setores de comércio e serviços. Em breve, mais uma indústria de implementos rodoviários se instalará na cidade.
O setor contratou 488 trabalhadores em janeiro. Atualmente, 15% das empresas de Tubarão são do segmento industrial. Para este ano, a prefeitura continuará o investimento em cursos de qualificações.

A quantidade de empregos gerados em Imbituba também foi positivo. Ao todo, foram 429 contratações na cidade. O destaque foi para o setor de serviços, com um resultado de 79 admissões. Em Laguna, 101 novas vagas de empregos foram criadas. Os setores da agropecuária, comércio e serviços lideram o ranking de contratações.