Zahyra Mattar
Tubarão

Agora só falta o comunicado da Caixa Econômica Federal (CEF) para que a prefeitura de Tubarão possa, enfim, iniciar o processo de licitação das duas obras que compreendem o projeto de macrodrenagem da margem esquerda do rio. Nesta sexta-feira, ocorreu na secretaria de planejamento da prefeitura a última reunião entre gestores municipais, da empresa Prósul (responsável pelos projetos) e da Caixa.

Todos os documentos foram entregues dentro do prazo exigido pelo Ministério das Cidades. Os recursos, de R$ 4,9 milhões, são federais. O município também participará com contrapartidas às duas obras: a ampliação do sistema de drenagem, construção de galerias e três estações elevatórias.

“Tenho certeza que teremos uma resposta positiva em breve”, agradece o secretário de planejamento, Edvan Nunes. A previsão é que o resultado seja anunciado pelo banco na próxima semana. Não há uma data correta. De qualquer forma, o que vale é a entrega dos documentos nesta sexta-feira, conforme exigia o governo federal. O parecer da Caixa não é condicionado a este mesmo prazo.